A safra reciclada

A safra reciclada

Conheça os jogadores reciclados por Tite e Lionel Scaloni nos vexames de Brasil e Argentina no Sul-Americano Sub-20 de 2017. Dos cinco que estiveram no torneio de base, quatro podem fazer a diferença amanhã

Marcos Paulo Lima Enviado especial
postado em 01/07/2019 00:00
 (foto: Mauro Pimentel/AFP)
(foto: Mauro Pimentel/AFP)
São Paulo ; Há dois anos, Brasil e Argentina amargavam vexames no Sul-Americano Sub-20 do Equador. A Seleção fechou o quadrangular final em quinto lugar. A esquadra alviceleste terminou em quarto e deixou o time de Rogério Micale fora do Mundial da Coreia do Sul. Apesar dos resultados terríveis, Tite e Lionel Scaloni não fizeram terra arrasada. Ambos aproveitam os talentos de forma diferente nesta Copa América, mas qualquer um deles pode fazer a diferença no clássico de amanhã, às 21h30, pelas semifinais.

David Neres, Lucas Paquetá e Richarlison eram titulares da Seleção Brasileira Sub-20 em 2017. Dois deles começaram a Copa América em alta. Neres e Richarlison foram escalados como titulares na vitória por 3 x 0 sobre a Bolívia, no Morumbi, e no empate por 0 x 0 com a Venezuela na Arena Fonte Nova, em Salvador. Tite percebeu que os meninos sentiram o peso da responsabilidade e os barrou. Éverton Cebolinha e Gabriel Jesus ganharam as posições ; no caso de Richarlison, a substituição foi obrigatória, uma vez que o jogador foi diagnosticado com caxumba.

;Ah, é triste, mas não adianta nada desanimar. Temos que ficar focados e treinar ainda mais forte porque eu vou voltar a jogar, vou voltar a ter chance;, comentou Richarlison na zona mista da Arena Corinthians, após a vitória por 5 x 0 sobre o Peru na fase de grupos. O atacante é o artilheiro da Seleção Brasileira levando em conta os jogos realizados depois da Copa da Rússia.

Sensação do Ajax na Liga dos Campeões da Europa, David Neres desbancou o badalado Vinicius Junior na lista final para a Copa América, porém, perdeu espaço no torneio e virou opção no banco de reservas. ;O Tite me chamou para conversar, eu e o Richarlison, assim como os dois (Everton e Gabriel Jesus) que entraram. Questão de momento. Os dois estão em um momento melhor, mas a gente vai ser importante para o grupo lá na frente;, profetizou. O atacante melhorou bastante da caxumba e sua viagem para Belo Horizonte foi autorizada, apesar de ser nula a chance de ele jogar amanhã.

Camisa 10 da Seleção Sub-20 no fracasso de 2017, Lucas Paquetá chegou a vestir a 10 com Tite em dois amistosos pós-Copa. Dava pinta de que brigaria para ser titular na Copa América. No entanto, só entrou em campo nos minutos finais do empate com o Paraguai nas oitavas. ;São opções que eu tenho. Paquetá é jovem, com futuro. Tenho que ter cuidado. Um técnico falou que é fácil lançar jogadores. Lançar no momento exato para que tenha condição de produzir, isso é desafiador. Vir para a Copa convocado já é extraordinário;, argumentou Tite ao ser questionado sobre o aproveitamento de Paquetá na competição continental. ;Sei do meu potencial, que posso dar mais;, limitou-se a comentar o meia-atacante do Milan.

Chances aproveitadas
O processo é inverso na Argentina. Lionel Scaloni reciclou nesta Copa América dois jogadores que participaram do quarto lugar no Mundial Sub-20 de 2017. Lautaro Martínez, 21, começou a ganhar espaço no time na segunda partida da fase de grupos contra o Paraguai. O versátil Juan Foyth, de 21 anos, era meia-atacante nas divisões de base do Estudiantes. Moderno, o jogador do Tottenham tem facilidade para atuar nos papéis de zagueiro e de lateral, ganhou moral na vitória sobre o Catar e virou titular no confronto com a Venezuela nas quartas.

Os guris brilharam. Foyth assumiu a lateral direita na vitória sobre a Venezuela. Lautaro Martínez formou dupla de ataque com Agüero e abriu o caminho para a classificação. É o goleador da Argentina nesta Copa América com dois gols. O técnico da Argentina definiu em uma linha a devoção por Foyth. ;Ele é o futuro da seleção argentina. Comete alguns erros por ser jovem, mas só pode cometê-los jogando;, justificou Lionel Scaloni. O carinho do treinador com os meninos chega ao ponto de blindar Lautaro Martínez da discussão filosófica entre menotistas e bilardistas na Copa América. Os técnicos dos títulos mundiais de 1978 e de 1986 resolveram bater boca sobre o melhor estilo para a seleção. ;Não se meta;, disse nesta Copa América.



Quem é quem



David Neres
Atacante, 21 anos
Ajax
Começou a Copa América titular e agora amarga a reserva



Richarlison
Atacante, 22 anos
Everton
Iniciou a Copa América titular, mas foi diagnosticado com caxumba



Lucas Paquetá
Meia, 21 anos
Milan
Já vestiu a camisa 10 com Tite.
É estepe no banco



Juan Foyth
Zagueiro/lateral, 21 anos
Tottenham
Virou peça-chave do acerto da defesa da Argentina nas partidas contra o Catar e a Venezuela



Lautaro Martínez
Atacante, 21 anos
Internazionale
Começou a Copa América sentado no banco, mas ganhou posição no ataque na competição




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação