Eixo capital

Eixo capital

Ana maria campos anacampos.df@dabr.com.br
postado em 02/07/2019 00:00

Cartão vermelho para condenado por roubo: 10 anos fora do serviço público no DF
O presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB) converteu em destituição do cargo a exoneração de Fausto Passos Machado e ainda estabeleceu uma penalidade ao ex-servidor: está impedido de ocupar funções públicas no DF pelos próximos 10 anos. Ex-funcionário do gabinete do deputado Chico Vigilante (PT), ele foi exonerado quando veio à tona a notícia de que havia sido condenado por roubo à mão armada. Prudente se baseou no inciso V do artigo 194, da Lei Complementar 840/2011, segundo configura infração grave utilizar-se de documento sabidamente falso para prova de fato ou circunstância que crie direito ou extinga obrigação perante a administração pública distrital. Assim que ingressa no serviço público do DF, o servidor precisa assinar um documento em que assegura não ser ficha suja.


Vigilante: ;Lei deve valer para todos;
O deputado Chico Vigilante (PT) afirma que exonerou o servidor assim que soube do envolvimento e da condenação dele por roubo. ;Isso não me diz mais respeito;, afirmou ontem, sobre o ato do presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB). E acrescentou: ;Só espero que as punições ocorram para todos que cometem crime, inclusive para quem assina a folha de ponto sem estar na Casa;, alfinetou, referindo-se ao rival no plenário, o deputado Robério Negreiros (PSD).


Irregularidades na compra de oficina ociosa da Funap
O Ministério Público de Contas do DF tem acompanhado com lupa as despesas do Fundo de Amparo ao Trabalhador Preso no DF (Funap). Por meio de representação, o órgão denuncia que uma oficina comprada para a implementação de uma fábrica de colchões está ociosa no DF desde 2013. Há também problemas no pagamento. Um parecer jurídico incluído no processo indica que se o dinheiro for liberado ao fornecedor, será de responsabilidade exclusiva do gestor. Ou seja, não há como atestar a regularidade.


Segurança em debate
Um dos autores do livro Elite da Tropa, que deu origem ao filme Tropa de Elite, o antropólogo Luiz Eduardo Soares, ex-secretário nacional de Segurança Pública (Senasp), lança hoje o livro Desmilitarizar: segurança pública e direitos humanos. O escritor aborda temas como polícia, drogas, raízes da violência e direitos humanos. Como não poderia deixar de ser, analisa as propostas do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, do pacote anticrime. O evento dará oportunidade para um bate-papo com o especialista em segurança, a partir de 19h30, na Galeria Mundo Vivo, na CLN 413.


Ops!
O corretor do iPhone provocou uma falha. O nome correto do desembargador do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) que deixa o mandato em 31 de agosto é Jackson Domenico.


De férias em Roma;
O governador Ibaneis Rocha (MDB) passa a semana de férias na Itália, para onde viajou no último fim de semana. Ele postou nas redes sociais fotos com os dois filhos mais velhos, Caio e João Pedro, na Basílica de São Pedro e com o visual do Vaticano ao fundo. Neste ano, ele esteve também duas vezes em Portugal.


No poder
Paco Brito (Avante) nunca pensou que governaria tanto o DF. O vice-governador assumiu o comando em todas as viagens de Ibaneis ao exterior neste semestre. Até o fim da semana, é o governador em exercício, com a caneta do Diário Oficial do DF.


Pena para quem distribuir ;animais não-humanos;
Projeto de autoria da deputada Kelly Bolsonaro (Patriotas), que assumiu com a licença de Daniel Donizet (PSDB), proíbe a distribuição de ;quaisquer animais não-humanos vivos; a título de brinde, promoção ou sorteio, em eventos públicos ou privados. A pena é de R$ 5 mil para quem descumprir a regra.


A pergunta que não quer calar;.
Onde vai dar essa guerra entre Carlos Bolsonaro, o filho 02 do presidente Jair Bolsonaro, e o general Augusto Heleno e sua tropa?


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação