Detalhes que fazem a diferença

Detalhes que fazem a diferença

postado em 17/07/2019 00:00
Para não passar sufoco em uma viagem de longo período e não pagar as taxas de bagagem é preciso saber organizar a mala de forma adequada. A professora do Centro de Excelência em Turismo da Universidade de Brasília (UnB) Mara Krahl afirma que é possível passar 15 dias com uma mala de 10kg. Desde que o viajante seja do ;tipo básico; e as condições climáticas do local não sejam extremas. A especialista orienta o que levar numa bagagem pequena para passar esse período de tempo, o que transportar em dias frios e quentes, como se portar com as crianças e como lidar com diferenças locais.

;Um par de sapatos confortáveis, preferencialmente pretos e de material impermeável. Duas calças compridas e camisetas de fácil secagem, caso precisem de lavagem, roupas íntimas também de fácil secagem. Itens de higiene podem ser adquiridos no local visitado, exceto quando o destino é o mato e a acomodação será em barraca. Caso alguém não consiga sobreviver dessa maneira, principalmente porque sempre se compram coisas durante viagens, sugiro que se adquira uma mala barata, que possa ser despachada na volta. Nessa situação, os brechós em alguns lugares do mundo, são um atrativo à parte, dá para aproveitar e fazer compras de peças incríveis a preços de pechincha;, explica.

Temperatura

O clima frio ou quente influência na arrumação das malas. A professora explica quais os objetos necessários que podem caber em uma mala sem pesar tanto. ;No frio, nunca esquecer das meias bem quentinhas, das camisetas e das ceroulas, que funcionam como ;segunda pele;. ;São fininhas e de fácil secagem, daí, pode-se lavar só essas roupas debaixo. Já, no calor, além de roupas superleves, levar sempre chapéu e filtro solar e um casaquinho ou cachecol básico, pois os aviões e outros ambientes com ar-condicionado, às vezes, estão gelados. Ainda temos que considerar que, em alguns lugares, faz calor de dia, mas as noites são bem fresquinhas;, ressalta.

Em meio a tanta economia, Mara Krahl também dá dicas sobre como se comportar quando os pequenos vão para as viagens. Nos casos de bebês, geralmente, são vários os objetos a serem levados. ;Para crianças com menos de 2 anos que viajam no colo, e não têm direito à bagagem de mão gratuita (exceto carrinho ou cadeirinha), pode ser usada uma mochila que o responsável levará, sem custo, além da maleta de bordo;, salienta.

* Estagiária sob supervisão de Vicente Nunes


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação