Brecha para Lula

Brecha para Lula

» Bernardo Bittar
postado em 26/07/2019 00:00


A confissão de um dos hackers presos e o material apreendido podem beneficiar o ex-presidente Lula no julgamento de um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF). A possibilidade existe se a perícia atestar a veracidade dos supostos diálogos entre o então juiz Sérgio Moro e procuradores da Lava-Jato.

A defesa de Lula acusa Moro de parcialidade e cita o teor das reportagens do Intercept. O ex-ministro da Justiça e subprocurador-geral da República aposentado Eugênio Aragão disse que a possível ilegalidade do material divulgado não diminui o valor da prova. ;Se as mensagens foram obtidas de forma criminosa, não servem para incriminar Moro e os procuradores, mas servem para ajudar aqueles que forem vítimas de fraude de processo, serve para defender;, explicou.

Para o ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Gilson Dipp, o caso ainda é ;uma grande confusão;. ;Não se sabe o alcance da atividade dos hackers. Não dá para ter a mínima ideia se uma coisa diz respeito a outra.; Ele disse que, pela primeira vez, vê o MP alegar a teoria da árvore com frutos envenenados em sua defesa. ;Até então, só usava-se na defesa de réu processado. Agora, a matéria foi trazida pelo MP. É coisa de deixar boquiaberto quem atua no direito penal;, explicou. Para ele, o que falta é ;alguém negar as alegações veiculadas até agora;.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação