Eixo capital

Eixo capital

Ana maria campos/anacampos.df@dabr.com.br
postado em 26/07/2019 00:00
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

Ibaneis assina contrato para gestão do Mané Garrincha

O Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha começa hoje a ser transferido para a iniciativa privada. O governador Ibaneis Rocha assina ao meio-dia o contrato de concessão pública com a Arena BSB, a empresa vencedora da licitação para gerir o Centro Esportivo de Brasília, que engloba também o Ginásio Nilson Nelson e o Parque Aquático Cláudio Coutinho. A Arena BSB, sociedade anônima constituída para administrar o complexo, manterá a concessão pelos próximos 35 anos. Pelo contrato, a concessionária pagará R$ 5,05 milhões por ano ao GDF, mais 5% do faturamento geral. Nos próximos seis meses, a gestão será da Terracap e assistida pela Arena BSB, até a transferência total da administração do complexo.





Mick Jagger flamenguista

Assistir a partida de futebol em estádio é sempre um risco para políticos. O governador Ibaneis Rocha (MDB) viajou em seu avião particular para Guayaquil e acompanhou, como convidado de honra do Flamengo, a derrota de seu time do coração. Agora circulam memes o comparando a Mick Jagger.




Nova função do ex-porta-voz

Logo depois de dizer sim ao convite feito pelo ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, o jornalista Paulo Fona ligou para duas pessoas do meio político, que considera amigos: o ex-governador Rodrigo Rollemberg (PSB) e a senadora Leila Barros (PSB-DF). Os dois aprovaram a decisão de Fona e desejaram sucesso. Desde o fim do governo Rollemberg, o jornalista estava na liderança do PSB no Senado. Agora terá muito mais trabalho pela frente. Cuidar da comunicação do presidente Jair Bolsonaro não vai ser brinquedo, não.



Holofote no Coaf

Na Operação Spoofing, o Coaf teve uma participação importante, ao apontar a movimentação suspeita de mais de R$ 600 mil dos investigados. Mais um sinal de que o órgão é fundamental na apuração de casos intrincadas e não necessariamente precisa ficar vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, desde que trabalhe em parceria com o Ministério Público e com a Polícia Federal, como sempre ocorreu. Até o presidente do STF, Dias Toffoli, admitiu ontem antecipar o julgamento sobre os procedimentos de investigações com dados do Coaf.



À QUEIMA-ROUPA

Deputado distrital Daniel Donizet (PSDB)


O senhor é autor de projetos de lei relacionados a animais domésticos e fez campanha com esse tema. Por que esse enfoque?
Encabecei essa bandeira porque, até então, não vi nenhum outro parlamentar atuando nessa causa. Hoje várias famílias têm, pelo menos, um animal de estimação. Percebo que nem todas possuem recursos suficientes para cuidar dos pets. Por isso a importância de se investir no Hospital Veterinário e também de criar projetos que possam ajudar quem, por exemplo, não tem carro, mas precisa levar o animal para uma consulta. Por isso, a ideia do projeto de lei que autoriza a levar animais no transporte público do DF.

Acredita que o governador Ibaneis Rocha vai sancionar seu projeto que autoriza o transporte de animais de pequeno porte nos ônibus do DF?
Acredito que sim. O governador também apoia essa causa. Creio que a sanção deve sair nos próximos dias.

Como surgiu essa ideia?
Essa ideia surgiu porque tenho visitado vários abrigos, instituições ligadas à causa animal e o Hospital Veterinário, além de as pessoas irem até meu gabinete e me procurarem com esse tipo de demanda. Estudei o assunto com minha equipe técnica e percebemos que era possível criar esse tipo de medida. Lembrando que o animal deve pesar, no máximo, até 12 kg, não pode colocar em risco os demais passageiros, não pode ser peçonhento ou feroz, deve estar em caixas apropriadas e não pode ser levado em horário de pico. Na prática essa lei vai atender cães e gatos. As regulamentações devem sair até 30 dias depois da sanção.

Por que inserir conteúdo sobre proteção animal no currículo das escolas públicas, como dispõe um dos seus projetos de lei?
A gente percebe muitos maus-tratos a animais. Esse tipo de situação é recorrente na imprensa e também nas denúncias que nós recebemos. É importante debater esse assunto desde cedo com as crianças nas escolas. Isso para que elas saibam o que são maus-tratos, evitem esse tipo de prática e até saibam onde e como denunciar esses abusos.

Vai voltar para a administração regional do Gama ou já deu seu trabalho como encerrado?
Acredito que, neste momento, posso contribuir mais na Câmara Legislativa. A Administração do Gama está em boas mãos sob o comando do José Elias.

O senhor foi eleito com o discurso de apoio ao então candidato Jair Bolsonaro. Qual a sua opinião sobre o governo Bolsonaro?
Acho que o atual governo está trabalhando bem. É a favor da reforma da Previdência, tem investido em setores importantes como segurança e vem combatendo um grande mal que sempre prejudicou nossa política, que é a corrupção. Se mostra um presidente honesto, transparente e com disposição para mudar o Brasil.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação