Flu demite o treinador

Flu demite o treinador

postado em 20/08/2019 00:00



Após mais uma derrota, desta vez diante do CSA, no Maracanã, o Fluminense anunciou, ontem, a demissão do técnico Fernando Diniz. Agora, o clube das laranjeiras começa a busca por um substituto, e, enquanto isso, quem assume o time é o auxiliar técnico Marcão.

Diniz assumiu o comando técnico do Fluminense no início desta temporada. Buscou implementar modelo de jogo ofensivo, caracterizado pela saída de bola com o goleiro e zagueiros, além de muitos jogadores no campo de ataque. No entanto, os resultados positivos não aconteceram e a pressão passou a crescer.

Ao todo, o treinador comandou o Fluminense em 43 partidas, com 18 vitórias, 11 empates e 14 derrotas ; aproveitamento equivalente a 52% dos pontos disputados.

Após a confirmação da demissão, Fernando Diniz concedeu uma entrevista coletiva para falar sobre a saída do comando do Fluminense. ;Recebi a notícia com muita tristeza. Acredito que o trabalho iria gerar frutos melhores do que o resultado no Brasileiro. Eu esperava os dois cenários. Não sou ingênuo de achar que não tinha risco de demissão, mas achava que tinha tempo para passar na Sul-Americana e recuperar no Brasileiro;, disse.

Enquanto, na Sul-Americana, os tricolores estão nas quartas de final, no Campeonato Brasileiro, a equipe carioca figura na zona de rebaixamento, com apenas 12 pontos. A diretoria do Fluminense busca anunciar o substituto de Fernando Diniz. Abel Braga foi o primeiro a ser contactado e negocia o retorno às Laranjeiras. O próximo compromisso será na quinta-feira, contra o Corinthians, pelo torneio internacional.

;Sou grato aos jogadores, tivemos uma relação intensa. Eles têm condições de jogar futebol. Talvez a minha saída diminua a pressão. Acredito que o time vai decolar no Brasileiro e passar na Sul-Americana;, finalizou Diniz.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação