À pururuca

À pururuca

postado em 23/08/2019 00:00
 (foto: Trem da Serra/Divulgação - 3/11/17
)
(foto: Trem da Serra/Divulgação - 3/11/17 )


O restaurante Trem da Serra une o melhor da natureza e da gastronomia a apenas 30km de Brasília. Para dar uma destinação aos produtos produzidos na chácara, como os porcos, as galinhas, a horta e o pomar, surge o restaurante destinado às delícias caipiras. ;A culinária é caipira. São comidas regionais com influências de Minas, do Goiás, do sul do Tocantins e do sul da Bahia. Tem pequi, tem gueroba, tem um pouco de cada região;, revela o proprietário Renato Bravo.

Um dos carros-chefes da casa é o Leitão à pururuca (R$ 300, serve 6 pessoas), o segredo do prato está na criação do bicho e na técnica de pururucar. A carne fica marinada no tempero de um dia para outro, depois, é assada no forno convencional e, na hora de servir, o leitão ganha um banho de gordura quente. ;Junto da gordura quente, tem nosso tempero, que evidencia a crocância;, pontua Renato.

O prato é acompanhado de arroz-branco, couve mineira, feijão tropeiro e salada. Enquanto esperam o preparo do pedido, os clientes podem se deliciar com o ambiente oferecido pelo estabelecimento e passear pelo parquinho, piscina, trilhas ecológicas e até conhecer os espaços com bichos, como vacas, porcos e galinhas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação