Criminoso embalado para presente

Criminoso embalado para presente

Sucesso desde a década de 1980, Chucky retorna às telonas ainda mais assustador

Ricardo Daehn
postado em 23/08/2019 00:00
 (foto: Eric Milner/Divulgação)
(foto: Eric Milner/Divulgação)

Com estreia realizada nos Estados Unidos, há mais de mês, o longa Brinquedo assassino, segundo título assinado pelo norueguês Lars Klevberg, já conquistou a terceira posição de filme mais rentável da franquia de longas inspirados pelo universo dos personagens criados por Don Mancini.

Remake de filme que originalmente despontou na telona em 1988, Brinquedo assassino parte de um inocente mote: um menino ganha um presente dado pela mãe dele, no aniversário. Mark Hamill (da série longas Star Wars) dá voz ao brinquedo, um boneco que, animado, destila condenáveis intenções. O nome dele pouca gente esquece: Chucky.

Tendo cedido voz ao personagem Coringa de animação destinada aos fãs de Batman, Mark Hamill é uma das apostas como chamariz num elenco de nomes ainda em ascensão que inclui Aubrey Plaza e Gabriel Bateman, pela ordem, a mãe Karen e o pequeno Andy Barclay. Na maior inocência, ambos darão liberdade e carta branca para os crimes protagonizados por Chucky.

Tendo estreado em cinema à frente do pesado Morte instantânea, Lars Klevberg contou com dupla de ouro na exploração de sucessos do passado ; Seth Grahame Smith e David Katzenberg ; que apostaram, entre outros títulos, em It: A coisa.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação