Marcas & Negócios

Marcas & Negócios

postado em 01/09/2019 00:00
 (foto: Duo Fotografia/Divulgação)
(foto: Duo Fotografia/Divulgação)


GASTRONOMIA

Excelência na capital

Com a primeira sede em São Paulo, em 2009, o restaurante Cos; desembarca em Brasília. Localizado há 10 anos no bairro Santa Cecília, na capital paulistana, o restaurante de comida italiana moderna chega ao Brasília Shopping com a essência que consagrou a marca: pratos autorais, ingredientes frescos e massas artesanais produzidas pela casa.

;O restaurante Cos; surgiu em São Paulo em 2009, quando juntamente com Leonardo Recalde decidimos que estava na hora de empreender. Optamos por uma culinária italiana contemporânea com base sólidas e preços justos;, afirma o chef do restaurante, Renato Carioni.

À frente do empreendimento brasiliense estão os sócios Marco Espinoza, do também consagrado Taypá; o empresário Leonardo Recalde e o responsável pelo menu, o chefe Renato Carioni, com passagens por endereços renomados e premiados como Ritz (Londres), Enoteca Pinchiorri (Florença), Château Ch;vre d;Or (Eze Village) e Cantaloup (São Paulo).

Leonardo não esconde a felicidade do restaurante em Brasília. ;Estamos muito felizes com o convite do Brasília Shopping em trazer a nossa casa para a capital do país;, afirma. Em São Paulo, o Cos; coleciona premiações importantes, incluindo Melhor Restaurante Novo, concedido pela Folha de S.Paulo, Melhor Italiano em votação popular, da Veja Comer & Beber e ainda o título de Melhor Almoço Executivo, da revista Época.

Renato Carioni salienta que os pratos mesclam a cozinha italiana com a contemporânea. ;São exemplos nas entradas o Crostini de brioche com caviar e gema caipira curada ou Slider de steak tartare. No rol dos principais, Polvo grelhado com risoto al nero di seppia e emulsão de alcaparras. Sobre risotos, eles ocupam espaço exclusivo no cardápio. Destaca-se o de Camarão com creme de zucchini e alho confitado. Entre as massas, todas feitas na casa, assim como os pães servidos, uma das pedidas é o Gnocchetti sardi al mare. Ou o Ravioli de pato com molho de laranja e pinoles tostados. O Tiramis;, sobremesa típica italiana, ganha versão própria;, explica.

;Acredito que o DF seja um bom mercado para uma gastronomia de excelência, que é o que desejamos fazer na cidade. Nosso objetivo é fazer um trabalho de referência, afinal o brasiliense gosta de comer bem;, complementa.

Sobre as opções à la carte, o dono do restaurante destaca que estão disponíveis no almoço e no jantar, assim como o menu degustação da casa com pratos exclusivos, composto de seis etapas. Outra sugestão é o Almoço Executivo. Cada dia da semana (exceto feriados) terá a sua trinca de sabores: entrada, prato principal e sobremesa. Os vegetarianos serão contemplados com um prato fixo.

O chefe destaca que o restaurante está estruturado do jeito clássico com brigadas de salão e cozinha, divididas e organizadas pelos seus respectivos responsáveis. ;Na seleção dos colaboradores buscamos os melhores para cada função, e investimos também em formação interna.;

Para Renato, só se consegue obter sucesso profissional com muito trabalho e dedicação. ;Nosso dia a dia é bem corrido e, para tentar estar sempre em dia com o mercado, nos baseamos no feedback dos clientes, muito importantes para nós, em técnicas de gerenciamento e também na nossa experiência e intuição. Para este ano, esperamos nos firmar como um dos melhores restaurantes da capital;, finaliza.


"Acredito que o DF seja um bom mercado para uma gastronomia de excelência, que é o que desejamos fazer na cidade. Nosso objetivo é fazer um trabalho de referência, afinal o brasiliense gosta de comer bem;

Renato Carioni,
chefe do restaurante Cos;



GENTE...


André Miceli

Inovação no ensino de Brasília

A Fundação Getulio Vargas iniciou as atividades em 1944. O objetivo era qualificar pessoas para a área de administração pública e privada do país. Mais tarde, expandiu com foco de atuação, passando para as ciências sociais e econômicas, e avançou pelas áreas da pesquisa e da informação. ;Hoje é considerada o melhor centro de conhecimento (Think Tank) da América Latina e um dos 10 melhores do mundo. Segundo o 2017 Global Go To Think Tank Index Report, a instituição ocupa o 7; lugar entre os top think tanks globais;, ressalta o professor da FGV André Miceli, 40 anos.

André, que também é coordenador do MBA em Marketing e Inteligência de Negócios Digitais da instituição, explica que, em 2003, foi criado o programa de educação executiva presencial da FGV, responsável por combinar o conhecimento e a tradição da pesquisa acadêmica com a experiência de profissionais de mercado. O programa oferece cursos de pós-graduação presencial e a distância, incluindo os MBAs, cursos de aperfeiçoamento, de curta duração, além de cursos voltados para altos executivos e programas internacionais em parceria com instituições de renome, dos Estados Unidos, da Europa e da Ásia. ;A FGV inaugurou suas instalações em Brasília em 1978 e desde então já formou mais de 10.500 alunos nos programas da FGV Educação Executiva;, finaliza.


Quando o MBAs em Marketing e Inteligência de
Negócios Digitais entrou na grade dos cursos
em Brasília?
O curso é lançamento e não há similar em Brasília. Foi criado para um público-alvo que inclui profissionais das diversas áreas do saber que necessitam adquirir conhecimentos sobre marketing e negócios digitais, que tenham por objetivo assumir posições de comando em suas empresas ou queiram empreender no segmento.

Qual o diferencial do curso?
O MBA em Inteligência de Negócios Digitais, que está com inscrições abertas, objetiva proporcionar aos participantes uma visão holística dos fundamentos e das boas práticas relacionados às plataformas digitais, suas implicações nas organizações e no comportamento dos consumidores. O curso tem como diferencial aliar tecnologia e negócios, que na atualidade está cada vez mais intrínseco ao trabalho do gestor de marketing. Hoje os ativos tecnológicos entram para medir e também criar campanhas mais eficientes do ponto de vista financeiro. Nosso diferencial é aliar aspectos de negócios, tecnologia, conhecimentos de marketing e o conhecimento analítico no dia a dia do gestor.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação