HUB abre vagas para residência

HUB abre vagas para residência

postado em 19/09/2019 00:00
 (foto: Secom UnB/Divulgação - 2/7/18)
(foto: Secom UnB/Divulgação - 2/7/18)


A Universidade de Brasília (UnB) inicia seleção para residência no Hospital Universitário (HUB-UnB), vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). De acordo com os editais divulgados ontem, são oferecidas 114 vagas, sendo 87 para residência médica e 27 para a residência multiprofisisonal.

Os interessados têm até 27 de setembro para se inscrever no site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), organizador da seleção. As taxas são R$ 575 para a área médica e R$ 300 para a multiprofissional. O pagamento deve ser efetuado até 16 de outubro. A aplicação da prova objetiva está prevista para 3 de novembro.

Na modalidade de acesso direto de residência médica, a oferta é de 47 vagas em 14 especialidades médicas: anestesiologia, cirurgia geral, cirurgia geral com pré-requisito em área cirúrgica básica, dermatologia, infectologia, medicina de família e comunidade, obstetrícia e ginecologia, oftalmologia, patologia, pediatria, psiquiatria, radiologia e diagnóstico por imagem, radioterapia. A seleção consiste em prova objetiva, prova prática de habilidades clínicas e avaliação curricular.

Para as oportunidades que exigem pré-requisito, há 40 vagas distribuídas em 20 especialidades: cancerologia clínica, cardiologia, cirurgia do aparelho digestivo, coloproctologia, endocrinologia, endocrinologia pediátrica, endoscopia respiratória, gastroenterologia, gastroenterologia pediátrica, geriatria, hematologia e hemoterapia, mastologia, nefrologia, neonatologia, neurologia pediátrica, pneumologia, reumatologia, transplante renal ; nefrologia, transplante renal, urologia. Os candidatos passam por prova escrita e avaliação curricular.

Para residência multiprofissional, são oferecidas 27 oportunidades em três programas: atenção básica, atenção oncológica e atenção cardiopulmonar. O edital contempla as áreas profissionais de enfermagem, farmácia, nutrição, odontologia, saúde coletiva, fisioterapia, psicologia, serviço social e terapia ocupacional. Os candidatos realizarão apenas prova escrita.


  • Permitida amamentação em provas

    O presidente Jair Bolsonaro sancionou lei dando às mães candidatas em concursos públicos o direito de amamentar durante as provas. Para isso é preciso fazer prévia solicitação à instituição organizadora. Deferida a solicitação, a mãe deverá, no dia da prova ou da etapa avaliatória, indicar uma pessoa acompanhante que será a responsável pela guarda da criança durante o período necessário. A mãe poderá amamentar a cada duas horas em, por até 30 minutos, por filho. Durante o período de amamentação, a mãe será acompanhada por fiscal, e o tempo despendido na amamentação será compensado durante a realização da prova, em igual período. O direito previsto na nova lei, que entrará em vigor após decorridos 30 dias, deverá ser expresso no edital do concurso, que estabelecerá prazo para que a mãe manifeste seu interesse em exercê-lo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação