Tantas palavras

Tantas palavras

Por José Carlos Vieira Esta seção circula de terça a sábado/ cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901
postado em 19/09/2019 00:00
Fuga subjuntiva

Antes que o bosque desmaiasse

eu pintei seu retrato

como se lhe inventasse


Como se o heróis persistisse

e o céu fizesse pose

como se Deus existisse


De tão desconhecida

era sua faze ; puro escárnio ;

que pude apenas desenhar detalhes


E para que eu o lembrasse

guardei o primitivo esboço

em mau sacrário.


Ana Maria Lopes, do livro Mar remoto (ed. Maria Cobogó)


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação