Pressão contra o Irã na ONU

Pressão contra o Irã na ONU

postado em 23/09/2019 00:00
 (foto: AFP )
(foto: AFP )


Os Estados Unidos buscarão apoio internacional contra o Irã na Assembleia-Geral das Nações Unidas, nesta semana. O governo de Donald Trump acusa o regime islâmico de Teerã de atacar duas instalações de petróleo na Arábia Saudita, no último fim de semana, e de ameaçar a navegação no Golfo Pérsico, principal via marítima de escoamento de petróleo para os mercados internacionais;

;O presidente e eu queremos dar à diplomacia todas as oportunidades de sucesso;, disse o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, à rede de tevê ABC. ;Estou em Nova York a semana toda para falar sobre isso;, garantiu. ;Esperamos que as Nações Unidas adotem uma posição firme.; Os trabalhos da Assembleia-Geral serão abertos amanhã, com o discurso do presidente Jair Bolsonaro ; por tradição, cabe ao Brasil a fala inicial.

;A ONU foi criada exatamente para esse tipo de coisa: quando um país ataca outro país, esperamos que a ONU se mobilize;, disse Pompeo. A escalada de tensão entre Washington e Teerã frustrou as expectativas de um encontro informal entre Trump e o colega iraniano, Hassan Rohani, à margem dos trabalhos. ;Nada está totalmente excluído, mas não tenho a intenção de me encontrar com ele;, afirmou o presidente americano.

Rohani, por sua vez, reforçou as advertências aos EUA por terem decidido enviar tropas à Arábia Saudita. Falando em solenidade para lembrar o início da guerra com o Iraque (1980-1988), o presidente iraniano advertiu ;as potências externas; a se manterem ;fora do Golfo Pérsico;. ;Quanto mais distantes ficarem, mais segurança teremos na região;, afirmou.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação