Experimentações musicais

Experimentações musicais

Vinícius Veloso*
postado em 08/10/2019 00:00
 (foto: Musique Press/Divulgação)
(foto: Musique Press/Divulgação)



Rodrigo Suricato pode dizer que tem uma história clichê e de muito sucesso para contar. Assim como a maioria dos projetos musicais no Brasil, arriscou-se ao se inscrever em um reality transmitido nacionalmente. Chegou até a final ; na época, ainda com uma banda ; levando consigo o folk, um ritmo que não é muito conhecido no país. O destaque foi tamanho que o projeto Suricato ganhou expressão e dimensões além das esperadas.

Após receber o prêmio de melhor guitarrista brasileiro e ser premiado com o Grammy Latino pelo disco Sol-te, o multi-instrumentista e cantor se aventura no lançamento do terceiro disco solo Na mão as flores. Suricato se responsabilizou por produzir o novo álbum sozinho, com composições autorais cantadas em voz e violão ; com a presença de outros elementos instrumentais ao fundo.

;Foi um processo de autoconhecimento e redirecionamento do projeto Suricato. A cada momento tenho um apetite musical diferente, então quis produzir e gravar todos os instrumentos, quase como se fosse uma imersão artística. O momento estava pedindo isso. É o formato mais inteiro dos discos que lancei;, conta o cantor.

Multifaces

Experimentações musicais com programações eletrônicas e a utilização de instrumentos como contrabaixo, ukulelê, violões inversos e guitarra fizeram com que o disco de canções ganhasse um tom instrumental. As multifaces de Suricato fazem com que ele esteja em destaque no atual cenário musical por apresentar novidades com qualidade, como é o caso do folk, um dos estilos preferidos do cantor.

;Sou muito interessado pelo folk e nesse momento estou fazendo uma mistura do estilo com a música eletrônica, trazendo essa sonoridade mais contemporânea para desmistificar a relação com o campo, com o rural, e relacionar com a coisa urbana, da cidade. O folk tem forças para se tornar popular e está trilhando para esse caminho;, afirma Suricato.

Os shows da nova turnê estão acontecendo em um formato diferente. Com artistas convidados da cidade, o cantor abre espaço para a cena musical do local onde se apresenta e mostra o novo trabalho para o público. Em Brasília, no fim do mês de setembro, Paulo Veríssimo, Mariano Júnior, Daniele Firme, Matheus Nogueira, Nathalia Cavalcante e Ana Lélia participaram do evento.

Suricato também ganhou destaque por se afirmar como o novo vocalista do Barão Vermelho. Foi escolhido como o sucessor de Roberto Frejat e demonstra entrosamento com o grupo. O cantor afirma que está adaptado e pronto para o desafio por escutar o rock oitentista desde criança, facilitando o entendimento do que é a banda.

;O conhecimento adquirido dos outros membros foi fundamental para que eu pudesse imprimir a minha personalidade nas músicas;, afirma o novo vocalista.

*Estagiário sob a supervisão de José Carlos Vieira






Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação