Bolsonaro sofre queda e é internado

Bolsonaro sofre queda e é internado

Presidente cai no banheiro do Palácio da Alvorada, é socorrido e passa a noite em observação no Hospital das Forças Armadas. Segundo assessores, ele está bem e o caso não é grave

postado em 24/12/2019 00:00

O presidente Jair Bolsonaro levou um tombo no banheiro do Palácio da Alvorada, na noite de ontem, e foi levado ao Hospital das Forças Armadas em Brasília. A Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República confirmou a informação.

Segundo o comunicado, Bolsonaro foi atendido pela equipe médica da Presidência da República, estava bem e seguiria em observação, no hospital, por até 12 horas. A previsão é de que ele deixe a unidade de saúde no dia de hoje.

O texto informou, ainda, que o presidente "foi submetido a uma tomografia computadorizada do crânio, que não constatou alterações".

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, esteve no hospital ontem à noite. Ao sair, disse para aos jornalistas que "não foi nada demais".

Esse é o mais novo episódio a atrair as atenções para o estado de saúde de Bolsonaro.

No último dia 11, opresidente passou por exames no Hospital das Forças Armadas de Brasília para investigar a possibilidade de um câncer de pele. Na ocasião, foi realizada uma cauterização de sinais na região próxima à orelha. Na ocasião, Bolsonaro disse que tem a pele muito clara e costuma fazer muitas atividades em exposição ao sol.

No último sábado, em conversa com jornalistas, o presidente informou que o resultado do exame deu negativo para câncer de pele.

O episódio mais grave ocorreu no dia 6 de setembro de 2018, durante um ato da campanha presidencial em Juiz de Fora, em Minas Gerais. Bolsonaro sofreu um atentado a faca, cometido por Adélio Bispo. Preso em flagrante, o agressor foi diagnosticado com transtornos mentais e, por isso, considerado inimputável pela justiça. Hoje ele está internado em um hospital de custódia.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação