Conserve o humor

Conserve o humor

ana dubeux anadubeux.df@dabr.com.br
postado em 05/01/2020 00:00
Segui o conselho do Papa Francisco e resolvi ler diariamente a oração do bom humor. Eis um trechinho: ;...Dai-me, Senhor, uma alma simples, que saiba aproveitar tudo o que é bom e que não se assuste quando o mal chegar, e sim que encontre a maneira de colocar as coisas no lugar. Dai-me uma alma que não conheça o tédio, nem os resmungos, suspiros e lamentos, e não permitais que eu me atormente demais com essa coisa incômoda chamada ;eu;. Dai-me, Senhor, senso de humor!”.

Desde sempre, reconheci o bom humor como o caminho mais leve para tocar os combates da vida. Adoro estar cercada por pessoas que me fazem sorrir e, mesmo diante das tormentas, remam para a calmaria. A oração do bom humor é um tributo à alegria. E manter intacta a alegria de viver é uma questão de saúde. Poderia estar nas receitas médicas, nos contratos de trabalho, nas certidões de nascimento e nas de casamento. Enfim, poderia ser um compromisso firmado em cartório e feito na presença de testemunhas.

Só assim trataríamos o bom humor com a importância que tem para nos salvar cotidianamente. A primeira semana do ano trouxe notícias tristes, como a morte de TT Catalão, jornalista, artista, poeta, gente do bem. A despedida dele nos deu oportunidade para lembrar sua imensa capacidade de transformar informação em poesia, com sublime maestria e um toque de irreverência. Lembro-me dele como uma pessoa de humor elevado, pronta aos desafios nas páginas e na vida. Teria muito a contribuir ainda, mas seu exemplo o fará presente e criará seguidores. O humor refinado nas páginas de um jornal salva qualquer edição.

A gente cruza com milhares de pessoas ao longo da nossa existência, mas pode ter certeza de que atraímos o bem e a amorosidade se as pessoas se sentirem confortáveis com nossa presença. Ter ao lado alguém bem-humorado eleva seu dia e engrandece sua alma. Quem consegue rir de si mesmo é, para mim, um ser evoluído. Procuro trilhar esse caminho e ter ao meu lado pessoas divertidas, com uma verve irreverente, que gostam de sorrir e amam a vida, apesar de todas as dificuldades.

Eu realmente desejo que, em 2020, a despeito da histeria dos governantes, do radicalismo, do preconceito e de todas as coisas que reconhecemos como ruins, que nós encontremos motivos para praticar o bom humor. Digo ;praticar;, porque, de fato, é um exercício. Olhe-se no espelho reclamando e depois dê um sorriso. Decida qual imagem prefere oferecer ao outro e a si mesmo. Conserve o bom humor; ele cura.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação