A volta da comédia às novelas

A volta da comédia às novelas

Salve-se quem puder promete arrancar gargalhadas do público com trama leve protagonizada por três mulheres. A estreia é amanhã na faixa das 19h

Por Vinicius Nader
postado em 26/01/2020 00:00
 (foto: João Miguel Junior/TV Globo)
(foto: João Miguel Junior/TV Globo)
Gênero que marcou as novelas das 19h, a comédia rasgada está de volta à faixa a partir de amanhã, com a estreia de Salve-se quem puder. A julgar pelas cenas de divulgação, a trama de Daniel Ortiz com direção de Fred Mayrink vai abusar de ação e da tentativa de tirar uma risada do público de casa.

Tudo começa quando a atriz Alexia Máximo (Deborah Secco) e a socialite Kyra Romantini (Vitória Strada) vão a Cancun ; uma para gravar a primeira novela dela na Globo e a outra para acertar os detalhes do casamento com Rafael (Bruno Ferrari) no resort onde trabalha Luna (Juliana Paiva). Essas são as três protagonistas de Salve-se quem puder. Depois de passar uma noite com Renzo (Rafael Cardoso), Alexia fica preocupada porque o rapaz sumiu e há previsão da chegada de um furacão. Ela convence as outras duas a seguir com ela na busca pelo galã e, a partir daí, a vida delas se entrelaça de vez.

Elas descobrem que ele e a tia dele, Dominique (Guilhermina Guinle), estão na ilha para matar o juiz Vitório (Ailton Graça), um dos maiores opositores da corrupção no país. Elas acabam presenciando o crime e se tornando testemunhas. Para se livrar do trio, Dominique forja um acidente no carro delas, que capota e as três são dadas pela vilã como mortas. O problema é que, agora, elas terão que contar com a ajuda do serviço de proteção à testemunha e mudar de identidade e de vida, deixando para trás amigos, amores e familiares. É assim que Alexia, Kyra e Luna se transformam em Josimara, Cleyde e Fiona, respectivamente, e que elas vão morar numa fazenda na cidade fictícia Judas do Norte, no interior de São Paulo.

Vida do interior

Ali, elas são acolhidas numa fazenda onde mora Zezinho (João Baldasserini). ;O Zezinho é um personagem muito bem escrito e que tem uma coisa muito presente, muito forte que é o carisma. É um personagem do sítio, um cara simples, que cresceu na roça, na natureza. Ele tem essa pureza, essa coisa de um mundo menos influenciado pela cidade grande, menos agredido pela cidade grande;, define João, em entrevista ao Correio. ;Hoje em dia a gente vê as pessoas mais ligadas à informação, à tecnologia, a esse ritmo acelerado e o Zezinho vai contra essa realidade. Ele é mais pacato, mais simples, tem o coração puro, bom, amoroso, obediente à mãe, Ermelinda (Grace Gianoukas);, continua o ator, que vai lembrar as raízes interioranas com o personagem.

Além da simplicidade, Zezinho será marcado pela comédia. ;O texto do Daniel Ortiz é muito divertido, o Zezinho é muito divertido. A relação dele com os outros personagens da trama o coloca em situações muito engraçadas. A novela toda é muito engraçada;, garante João.

Outro ponto que o ator destaca em Salve-se quem puder é a presença de três protagonistas femininas. ;É de grande importância as mulheres terem esse espaço, esse protagonismo não somente na ficção, nas histórias, nas telenovelas, mas também na vida real. A gente está num século em que, cada vez mais, a mulher está ganhando espaço ; e tem que ganhar, tem que conquistar mesmo. Eu sou um homem feminista, apoio esse empoderamento e acho que as mulheres precisam e devem conquistar esse espaço cada vez mais. Precisamos de mais mulheres dirigindo, coordenando, no poder com sua sensibilidade, com sua força, governando nosso país;, comenta.
Esporte

Se Zezinho é um dos personagens que ganham três amigas, Tarantino (Daniel Rangel) está no time dos que perdem com a suposta morte da tia dele, Alexia. Ligado à família, Tarantino vai sofrer, mas ele não pode perder o foco na ginástica olímpica. ;A gente tem três protagonistas mulheres, o que acho superimportante frisar porque esse é um momento de empoderamento. Dentro do núcleo delas tem as outras histórias. Faço parte do núcleo da Deborah Secco. O Tarantino é sobrinho dela. Ela é uma atriz que ama cinema e quis colocar o nome do sobrinho dela como Tarantino. No núcleo dos ginastas, o Tarantino é quem conduz a trama porque ele é uma das apostas do clube onde treina para o esporte;, revela Daniel, em entrevista ao Correio.

O ator se mostra muito animado por fazer o que ele define como ;comédia romântica; e por encarar um desafio que exigiu dele uma preparação física, além da artística.
;Quando eu soube que ele tinha a ver com o esporte também fiquei muito animado porque era uma coisa que eu queria trazer para a minha vida. Faltava esse empurrãozinho. Agora eu tenho que mudar o meu corpo para o personagem, ficar mais em contato com atividade física, ter alimentação mais regrada ; isso tem me ajudado muito;, conta.

Salve-se quem puder ainda terá no elenco nomes como Eliane Giardini, Otávio Augusto, Leopoldo Pacheco, Flávia Alessandra e Aline Dias, entre outros.

No blog Próximo Capítulo você pode ler as entrevistas com Daniel Rangel e João Baldasserini na íntegra e saber mais sobre Salve-se quem puder.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação