Futuro com conforto e responsabilidade

Futuro com conforto e responsabilidade

postado em 13/02/2020 00:00
 (foto: Malagrine Estúdio/Mercedes-Benz/ Divulgação - 13/8/17 )
(foto: Malagrine Estúdio/Mercedes-Benz/ Divulgação - 13/8/17 )




A colaboração em questões relacionadas ao equilíbrio ambiental parece mesmo uma prioridade na estratégia de marketing da Mercedes-Benz no Brasil. A montadora anunciou que calculou a emissão de carbono gerada no evento em São Paulo e transformou as 20 toneladas de gases poluentes em títulos administrados pela ONU, que, em breve, serão revertidos em sementes de árvores plantadas ao redor do mundo. Além disso, em parceria com a ONG SOS Mata Atlântica, a fabricante subsidiará uma floresta no sudeste do país, com o plantio de mais de 13 mil árvores nativas até o fim de 2020.

A temática de sustentabilidade permeia todo o discurso de conceituação da linha elétrica da montadora alemã. Com carros silenciosos, livres de geração de CO2 e um pacote tecnológico de ponta para conectivade e conforto ; com direito a comandos gestuais e bancos que aplicam massagem ;, a promessa é de um produto que integra homem, máquina e meio ambiente.

O conceitual EQA, no segmento de compactos, será equipado com dois motores elétricos, oferecendo um sistema de partida que pode chegar a 200KW, graças ao modelo de escapamento das baterias e à tração permanente nas quatro rodas que proporciona um desempenho dinâmico. O veículo tem autonomia de cerca de 400km.

O design do EQA propõe a evolução da marca, com linhas reduzidas, enquanto o painel atua como uma grade de radiador virtual, cuja aparência muda de acordo com o programa de acionamento. Produzido com fibras a laser, o conceito conta com um padrão luminoso em forma de espiral que sublinha todo o veículo.

Líder da atual temporada da Fórmula E, o belga Stoffel Vandoorne, 26 anos, demonstrou especial satisfação em colaborar com o desenvolvimento de produtos da montadora alemã. ;Nos primeiros anos, era uma aventura completamente nova, mas fico feliz que minhas observações à equipe de engenheiros tenha colaborado para a nossa evolução. Tem sido uma experiência fantástica;, afirma o piloto. Questionado pelo Correio se ele tem na garagem um modelo elétrico, Vandoorne respondeu com bom humor: ;Estou esperando ganhar um EQA de presente.; Janis Joplin sentiria inveja.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação