Do editor

Do editor

Taís Braga, interina
postado em 10/05/2020 00:00
Mãe é primeiro amor, primeira palavra falada, primeira palavra gritada em momentos de dor, aperto e ou de alegria. Elas são todas iguais, costumamos falar. É verdade. Principalmente na sua tarefa maior; proteger e amar os filhos. Neste dia diferente, de homenagem às mamães, abrimos espaço aos nossos leitores para que declarem o amor às suas mães. Não importa a distância, as dificuldades, a saudade do abraço apertado, do beijo estalado, hoje é dia de dizer o que elas não se cansam de ouvir: ;te amo!” Basta isso para encher um coração materno de alegria.

Um domingo cheio de amor! Fique em casa e proteja a sua mãe.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação