Mari Costa + Lorelai Gilmore

Mari Costa + Lorelai Gilmore

postado em 10/05/2020 00:00
 (foto: Arquivo Pessoal
)
(foto: Arquivo Pessoal )
Alguns personagens têm o poder de ultrapassar a barreira da televisão e se transformarem em verdadeiras companhias, como Lorelai Gilmore foi para a consultora de imagem Mariana Costa, 41. ;Comecei a ver a série com 24 anos, grávida do meu primeiro filho, que hoje tem 15 anos. A Lorelai foi, por meses, uma das referências de maternidade;.

A série Gilmore girls foi lançada em 2000 e abordou, em suas sete temporadas, assuntos relacionados à família e amizade, tendo como foco a relação de Lorelai com a filha, Rory Gilmore.

O fato de a personagem ser jovem como Mari, trabalhar duro e ser uma grande parceira da filha era motivo de inspiração. ;Lorelai representou com maestria todo esse sentimento agridoce da maternidade, que nos faz querer ver nossos filhos caminharem sozinhos, mas, ao mesmo tempo, desejar protegê-los de tudo que possa machucá-los;, avalia ela.

Mãe dedicada aos filhos Luís Antônio, 15, e Frederico, 11, a consultora também destina grande parte de seu tempo ao trabalho como consultora da equipe Resolva Meu Look. ;Ajudo as mulheres a entenderem que estilo é o que dá forma ao pensamento e mostra ao mundo quem somos. Nossa imagem é porta-voz desse estilo;, explica.

Sobre o estilo da mãe Gilmore, ela enxerga dois tipos marcantes: o primeiro é clássico, visível em todas as suas produções com calças de corte reto, saias lápis e o arsenal de camisas de tecidos mais nobres. O segundo, mais romântico, está presente na última temporada e trouxe os vestidos arredondados, estampas mais suaves, tons pastéis e o cabelo com ondas definidas.

Segundo Mari, essa mudança na reta final da série teve um objetivo. ;Foi pensada para demonstrar que ela amadureceu e consegue dar vida a esse romantismo sem parecer frágil;. Recorrendo às características da personagem, sem deixar de adaptar ao seu próprio estilo, ela criou um look que também expressa essa finalidade.


Rafaelle Falcão + Rebecca Pearson

;Ela é uma mulher muito forte e dedicada à união da família. Isso é uma das coisas com que mais me identifico e gosto na personagem;. Esse também foi um dos motivos da escolha da personagem Rebecca Pearson como inspiração para a consultora de imagem de estilo Rafaelle Falcão, 34, que é mãe de Beatriz, de 6 anos.

Pearson é uma das protagonistas da série norte americana This is us, que estreou em 2016 e narra os dramas familiares que envolvem os núcleos dos personagens principais. ;O que mais gosto na série é que é uma história muito real. A Rebecca é uma mãe que se entregou totalmente para a maternidade, que errou tentando acertar, pensando que estava fazendo o melhor para os filhos;, explica.

Segundo Rafaelle, a personagem tem um estilo caracterizado pelas referências hippies e boho chic em sua fase mais jovial, antes da passagem de tempo da produção televisiva. Sua cartela de cores principais envolve majoritariamente tons terrosos e peças em azul, lilás ou roxo ; as estampas florais e os vestidos midi incluem um pouco do estilo romântico na identidade de Rebecca.

A consultora revela que também se identifica com o estilo boho, mas, que ele não predomina em seu armário. ;Já tive uma fase que queria colocar mais dele no meu estilo, mas percebi que é uma coisa que acho bonito e quando colocava em mim, não me identificava tanto;, esclarece.

Hoje, ela entende que seu estilo tem mais do moderno e fez questão de levar isso para sua produção. ;Eu poderia ter colocado uma bota marrom que ficaria até mais parecido, mas, com certeza a mule tom de pele, apesar de discreta, tem o toque da modernidade;.

A questão de conectar o interior com sua forma de vestir é um grande foco do trabalho de Rafaelle. Ela explica que buscar essas referências externas é um bom exercício para a criatividade e inspiração, mas nunca para replicação, uma vez que apenas as referências internas conseguirão transmitir a essência de cada um.

Ela conclui dizendo que ;é importante termos as inspirações principalmente internas, das nossas preferências, gostos pessoais, do nosso estilo, para não ficarmos consumindo coisas que achamos lindas, mas, que, muitas vezes, não nos proporcionam o sentimento que gostaríamos de ter com a própria imagem;.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação