Fé e tecnologia nos 50 anos do Santuário Dom Bosco

Fé e tecnologia nos 50 anos do Santuário Dom Bosco

Matheus Ferrari
postado em 24/05/2020 00:00
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press - 18/12/19)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press - 18/12/19)


A missa do Santuário Dom Bosco será especial hoje. Uma das mais conhecidas igrejas de Brasília, a paróquia da 702 Sul completou 50 anos ontem e celebra a data, com cerimônia transmitida ao vivo pelas redes sociais, a partir das 18h deste domingo. Será inaugurado, ainda, um busto do padroeiro de Brasília no local.

Padre Jonathan Costa reconhece que o momento é delicado, devido à pandemia do novo coronavírus. Mas o isolamento social não é motivo para os fiéis deixarem de demonstrar sua fé. ;Por ser uma data que tem uma experiência comunitária, mas também por estarmos cumprindo o isolamento social, é difícil celebrarmos com toda vivacidade, alegria de nos reunir como comunidade. Mas celebrar essa data significa continuar o sonho de Dom Bosco. O sonho que ele teve, em 30 de agosto de 1883, com a visão da capital federal. Nossos paroquianos e fiéis são chamados a fazer parte disso;, afirma o padre.

De acordo com o pároco, uma ação está sendo organizada para que as pessoas façam suas homenagens ao santuário e relembrem momentos especiais em que a igreja foi cenário. ;Estamos nos movimentando, nas redes sociais, para que as pessoas postem fotografias de momentos vividos em nosso santuário. Sabemos que ele foi marcante na vida de muitas pessoas que batizaram, casaram, fizeram sua primeira eucaristia, formatura e viveram tantos outros momentos especiais de oração;, diz padre Jonathan. E acrescenta: "Também queremos demonstrar o quanto esse templo é importante para o contato com Deus e para a experiência de fé das pessoas;.

Tour virtual

Mesmo em confinamento doméstico, é possível visitar ou conhecer a icônica igreja. O santuário está entre os destaques da ;Rota da paz;, projeto da Secretaria de Turismo do DF, em celebração aos 60 anos de Brasília, que inclui um tour virtual a diversos pontos turísticos da capital federal.

Durante a visita, o brasiliense, ou o visitante da capital, pode conferir a arquitetura da igreja e o lustre de 3,5 metros de altura formado por 7.400 peças de vidro murano que fica em seu interior, simbolizando Jesus. Além disso, curiosos e católicos de Brasília e de todo o mundo podem apreciar as grandes portas, produzidas em ferro e bronze, com baixos-relevos que relembram a vida de Dom Bosco e foram talhadas pelo artista Gianfrancesco Cerri.

Conhecido pelos vitrais e colunas de concreto, o Santuário Dom Bosco, projetado pelo arquiteto mineiro Carlos Alberto, é uma das igrejas mais conhecidas da cidade. Construída em homenagem ao padroeiro de Brasília, São João Belchior Bosco, a paróquia tem estilo gótico e é formada por 80 colunas e vitrais em 12 tonalidades de azul.

A igreja foi eleita uma das sete maravilhas de Brasília, em 2008, pelo Bureau Internacional de Capitais Culturais (IBOCC), entidade com sede em Barcelona. Com esse título, o Santuário foi inserido, pelo Governo do Distrito Federal, na rota turística de Brasília. Para conferir, basta acessar o site www.turismo.df.gov.br/brasilia-tour-virtual.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação