Palavra de Especialista

Correio Braziliense
postado em 03/09/2020 14:31 / atualizado em 03/09/2020 14:32
 (foto: Rafael Melo)
(foto: Rafael Melo)

Dicas para lidar melhor com a ansiedade de crianças e adolescentes:


1. Conversar: ouvir, sem julgar.
2. Aceitar: o problema existe, não pode ser negado. Lide com ele com cuidado, mas também com coragem e resiliência
3. Conversar sobre a situação atual com linguagem simples e adequada a cada idade. As informações devem ser transmitidas de forma tranquila para evitar elevação do estresse.
4. Acolher o medo e incentivar atitudes positivas.
5. Incentivar práticas altruístas, como doação de brinquedos, roupas, livros, computadores.
6. Diminuir as cobranças – é hora de praticar a empatia.
7. Reinventar rotinas com atividades que envolvam toda a família: tirar um horário no dia para fazer algo juntos como jogos, brincadeiras, leitura.
8. Estabelecer prioridades quanto aos afazeres domésticos, incluindo as atividades escolares. Rotina é importante para a criança.
9. Promover encontros online com os amigos para diversão e entretenimento.
10. Fazer uma caminhada ou dar uma volta de bicicleta, respeitando o protocolo de segurança e os melhores horários do sol.
11. Educar as crianças e adolescentes quanto à importância do distanciamento social, uso de máscaras (para crianças maiores, adolescentes e adultos) e higiene das mãos. Respeitando esses cuidados, não é preciso ficar trancado dentro de casa
12. Explicar que há esperança, que vai passar.

 

Mario Ferreira Carpi, pediatra, intensivista em Pediatria e coordenador do Pronto-socorro Infantil do Hospital Águas Claras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação