Cardi B e Joe Biden convidam jovens a votar para tirar Trump do poder

A rapper, de 27 anos, apoiava Bernie Sanders - representante da ala mais à esquerda do Partido Democrata - e agora é uma apoiadora de Biden, de 77 anos

Agência France-Presse
postado em 17/08/2020 16:21 / atualizado em 17/08/2020 16:21
Combinação de fotos da rapper americana Cardi B e o candidato presidencial democrata, o ex-vice-presidente dos EUA Joe Biden -  (foto:  CHRISTOPHE ARCHAMBAULT/AFP)
Combinação de fotos da rapper americana Cardi B e o candidato presidencial democrata, o ex-vice-presidente dos EUA Joe Biden - (foto: CHRISTOPHE ARCHAMBAULT/AFP)

A famosa rapper americana Cardi B e o candidato democrata à presidência Joe Biden conversaram via Zoom nesta segunda-feira (17/8) sobre o que está em jogo nas eleições de novembro, pedindo aos jovens que votem para retirar o atual presidente dos EUA, Donald Trump, do poder.

"Eu só quero que Trump vá embora", disse Cardi B, que tem 72,9 milhões de seguidores no Instagram, durante a conversa com Biden.

O diálogo foi proposto pela revista Elle a poucos dias de Biden aceitar a indicação oficial como candidato à Casa Branca, na quinta-feira, na convenção democrata em Milwaukee.

A rapper, de 27 anos, apoiava Bernie Sanders - representante da ala mais à esquerda do Partido Democrata - e agora é uma apoiadora de Biden, de 77 anos. Na conversa, Cardi B listou suas prioridades: seguro saúde para todos, educação universitária gratuita, e "que a população negra pare de ser assassinada".

A cantora também afirmou querer um presidente que gerencie a pandemia do novo coronavírus com um plano objetivo.

Biden aproveitou para chamar os fãs de Cardi B, que estão entre os mais jovens da geração dos "Millenials" (18 a 24 anos), para votar.

O candidato democrata lembrou que se tivessem ido às urnas em 2016 na mesma proporção do resto da população, a atual presidente seria a democrata Hillary Clinton.

"O voto é importante", ressaltou Biden. Os jovens "podem mudar as coisas dramaticamente se comparecerem para votar".

O rival de Trump nas próximas eleições, em 3 de novembro, também aproveitou a oportunidade para atacar o presidente dos Estados Unidos.

Trump "está literalmente promovendo o ódio, promovendo o preconceito, promovendo o racismo", declarou Biden.

"Trata-se da ganância de fazer as pessoas se odiarem, porque é assim que ganha, nos dividindo. Mas vocês vão mudar isso, sua geração vai mudar isso", afirmou Biden à rapper do Bronx e seus fãs.

"Temos que sair e votar", concluiu Cardi B.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação