Coreia do Norte determina apreensão de cachorros de estimação em Pyongyang

Segundo jornal, a proibição começou em julho e tutores temem que pets sejam usados como alimento

Correio Braziliense
postado em 17/08/2020 23:03 / atualizado em 17/08/2020 23:03
 (foto: AFP)
(foto: AFP)

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, ordenou que os cachorros de estimação em Pyongyang, capital do país, sejam presos. De acordo com ele, os animais seriam um símbolo da "decadência capitalista".

Ter um animal de estimação na Coreia do Norte passou a ser ilegal desde julho. Segundo o jornal Daily Mail, os tutores têm medo que seus bichinhos de estimação, recolhidos pelo governo, sejam utilizados para resolver a escassez de alimentos no país.

De acordo com o jornal sul-coreano Chosun Ilbo, os animais estão sendo levados para zoológicos e para restaurantes.

O consumo de carne de cachorro nas duas Coreias é uma tradição antiga. Na Coreia do Sul, no entanto, a prática é ilegal desde 2018.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação