Afeganistão

Ataques deixam 10 feridos em Cabul no dia da independência afegã

Os bombardeios aconteceram após uma cerimônia no palácio da presidência, que teve a presença do chefe de Estado Ashraf Ghani

Agência France-Presse
postado em 18/08/2020 09:40 / atualizado em 18/08/2020 09:40
 (foto: Jewel Samad/AFP)
(foto: Jewel Samad/AFP)

Ao menos 14 foguetes caíram na capital do Afeganistão nesta terça-feira e feriram pelo menos 10 civis, no dia em que o país celebra 101 anos de sua independência, anunciou o ministério do Interior.

Os foguetes foram lançados a partir de dois veículos em Cabul, declarou Tareq Arian, porta-voz do ministério, que informou a detenção de dois suspeitos.

"Muitos projéteis caíram sobre casas de civis em Cabul", disse Arian.

"Infelizmente, 10 civis, incluindo quatro crianças e uma mulher, ficaram feridos".

Os bombardeios aconteceram após uma cerimônia no palácio da presidência, que teve a presença do chefe de Estado Ashraf Ghani.

De acordo com testemunhas, vários foguetes caíram nas proximidades do palácio e do ministério da Defensa, em uma área altamente protegida, que também abriga diversas embaixadas.

O ataque acontece no momento em que o governo afegão e os talibãs se preparam para iniciar as negociações de paz.

As conversações devem começar quando Cabul concluir a libertação de 400 prisioneiros talibãs, autorizadas na semana passada por uma grande assembleia de líderes afegãos. Oitenta integrantes do grupo foram liberados na quinta-feira.

A cerimônia de posse de Ghani em 10 de março foi interrompida por disparos de mísseis perto do palácio, mas nenhuma pessoa ficou gravemente ferida.

Embora o Afeganistão nunca tenha feito parte do Império Britânico, o país se tornou oficialmente independente da influência britânica em 19 de agosto de 1919.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação