Líder de motim no Mali anuncia prisão do presidente e do primeiro-ministro

Soldados militares amotinados detiveram o presidente Keita e seu primeiro-ministro que estão sendo levados a um acampamento militar em um veículo blindado

Agência France-Presse
postado em 18/08/2020 14:32 / atualizado em 18/08/2020 14:36
Os soldados do Mali são celebrados ao chegarem à praça da Independência em Bamako em 18 de agosto de 2020. -  (foto:  MALIK KONATE / AFP)
Os soldados do Mali são celebrados ao chegarem à praça da Independência em Bamako em 18 de agosto de 2020. - (foto: MALIK KONATE / AFP)

O presidente do Mali, Ibrahim Boubacar Keita, e seu primeiro-ministro, Boubou Cissé, foram "presos" nesta terça-feira na capital, Bamako, por soldados amotinados, disse à AFP um dos líderes do levante.

"Podemos dizer que o presidente e o primeiro-ministro estão sob nosso controle. Nós os detemos em seu domicílio [do chefe de Estado]", declarou o líder militar, que não quis se identificar.

"IBK [presidente Keita] e seu primeiro-ministro estão em um veículo blindado com destino a Kati", um acampamento militar nos arredores de Bamako onde o motim começou horas antes, afirmou outra fonte militar rebelde.

O primeiro-ministro do Mali, Boubou Cisse, pediu um "diálogo fraterno" com os soldados que tomaram uma guarnição militar importante e geraram temores de um tentativa de golpe. O primeiro-ministro também admitiu que os soldados podem ter "frustrações legítimas".

Os detalhes dos eventos em Mali permanecem obscuros. Mas, de acordo com testemunhas e oficiais, os soldados apreenderam uma importante base do exército na cidade de Kati, perto da capital Bamako, na manhã desta terça-feira.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação