General russo morre após ação humanitária em explosão na Síria

Três militares russos ficaram feridos na explosão

Agência France-Presse
postado em 18/08/2020 16:00 / atualizado em 18/08/2020 16:00
 (foto: Abdulaziz KETAZ / AFP)
(foto: Abdulaziz KETAZ / AFP)

Um general russo morreu e dois outros militares ficaram feridos nesta terça-feira na explosão de um "artefato explosivo improvisado" quando seu veículo transitava perto da cidade síria de Deir Ezzor (leste), anunciaram agências de notícias russas.

"Um artefato explosivo improvisado explodiu quando um comboio russo voltava de uma ação humanitária a 15 quilômetros da cidade de Deir Ezzor", disseram as agências, citando um comunicado do ministério da Defesa russo.

Três militares russos ficaram feridos na explosão. Durante a evacuação, um deles, um conselheiro militar de alto escalão com patente de major-general, "morreu devido aos ferimentos".

Nenhum outro detalhe foi fornecido pelo ministério da Defesa.

Vários milhares de soldados russos estão posicionados na Síria em apoio ao presidente Bashar al-Assad.

A intervenção militar russa a partir de setembro de 2015 mudou o curso da guerra e possibilitou ao regime sírio vitórias decisivas sobre os rebeldes e jihadistas.

Iniciada em março de 2011, a guerra na Síria causou mais de 380 mil mortes e deslocou milhões de pessoas.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação