Corpo é encontrado em praia da França após naufrágio de embarcação com jovens

O corpo encontrado na praia de Sangatte ainda não foi identificado

Agência France-Presse
postado em 19/08/2020 12:05 / atualizado em 19/08/2020 12:14
Policiais franceses patrulham uma praia em Tardinghen, perto de Calais, para impedir que migrantes sigam pelo mar ilegalmente para cruzar em direção ao Reino Unido. -  (foto: Sameer Al-DOUMY / AFP)
Policiais franceses patrulham uma praia em Tardinghen, perto de Calais, para impedir que migrantes sigam pelo mar ilegalmente para cruzar em direção ao Reino Unido. - (foto: Sameer Al-DOUMY / AFP)

O corpo de um rapaz foi encontrado, nesta quarta-feira (19/8), em uma praia de Sangatte, no norte da França, após o resgate de um adolescente migrante sudanês que declarou que seu colega de viagem havia desaparecido, segundo uma fonte judicial.

A polícia encontrou o corpo entre as 07h00 e 08h00 locais, mas ainda não o identificou, disse à AFP Philippe Sabatier, procurador-adjunto da cidade Boulogne-sur-mer.

"É preciso determinar se trata-se de um migrante, mas pelos primeiros elementos pensamos que sim", explicou.

Segundo ele, existe um vínculo com o resgate de um jovem migrante nesta noite, após o naufrágio de sua pequena embarcação.

O adolescente, de 16 anos e nacionalidade sudanesa, "disse que tentou atravessar (o canal) da Mancha junto com outra pessoa", afirmou Sabatier, acrescentando que era "muito provável que esta pessoa desaparecida corresponda ao corpo encontrado".

Segundo as declarações do jovem resgatado, a pessoa desaparecida tinha a mesma idade que ele.

De acordo com várias fontes judiciais, este seria o primeiro migrante encontrado morto no litoral da região Norte-Pas-de-Calais em 2020. No ano passado, foram descobertos quatro migrantes mortos no mar e em uma praia francesa.

Nesses naufrágios, geralmente há crianças. No sábado, as autoridades resgataram 31 migrantes, entre eles três crianças e um bebê de 18 meses.

Desde 1º de janeiro, as autoridades no norte da França registraram cerca de 350 tentativas ou travessias envolvendo mais de 4 mil migrantes, em comparação com 203 tentativas e 2.294 migrantes em todo o ano de 2019.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação