China defende festa techno em parque aquático na cidade de Wuhan

As imagens do parque aquático Maya Beach, feitas no fim de semana, geraram espanto e incompreensão de muitos internautas

Agência France-Presse
postado em 20/08/2020 13:45 / atualizado em 20/08/2020 13:47
 (foto: STR/AFP)
(foto: STR/AFP)

A China defendeu, nesta quinta-feira (20/8), a organização de uma mega festa de música eletrônica em um parque aquático lotado em Wuhan, epicentro da covid-19, após a divulgação viral de imagens do evento na Internet.

A festa no parque aquático "mostra que Wuhan obteve uma vitória estratégica em seu combate à epidemia", considerou Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês.

Fotos e vídeos da AFP que mostram centenas de pessoas em traje de banho, dançando uns colados nos outros ao ritmo da música eletrônica e sem máscara, foram muito compartilhados nas redes sociais.

As imagens do parque aquático Maya Beach, feitas no fim de semana, geraram espanto e incompreensão de muitos internautas na Europa e Estados Unidos, onde o coronavírus continua fazendo inúmeras vítimas. O vídeo da AFP já acumula mais de 16 milhões de visualizações.

"Vi o vídeo da AFP. Aparentemente os europeus e americanos ficaram muito surpresos ao ver essas imagens", destacou em coletiva de imprensa, afirmando que espera que a mídia estrangeira "informe sobre a situação real" na China.

A China foi o primeiro país a registrar casos de covid-19 no final de 2019 em Wuhan (centro). No entanto, a epidemia foi contida no país, graças a um confinamento rigoroso, ao uso de máscara generalizado e ao rastreamento de contatos. Não há registro de mortes desde meados de maio.

Wuhan foi isolada do mundo por 76 dias entre janeiro e abril. Mas a grande maioria dos 11 milhões de habitantes fizeram testes em meio a uma campanha de detecção em massa e gradualmente voltaram à vida normal.

Muitos parques aquáticos e piscinas reabriram em toda a China.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação