Bombeiros combatem incêndios que já queimaram um milhão de acres na Califórnia

Cerca de 2.600 bombeiros estão enfrentando os dois maiores incêndios

Agência France-Presse
postado em 23/08/2020 17:03
 (foto: JUSTIN SULLIVAN / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP)
(foto: JUSTIN SULLIVAN / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / GETTY IMAGES VIA AFP)

Los Angeles, Estados Unidos - Os bombeiros lutavam neste domingo (23)contra um dos maiores incêndios de todos os tempos na Califórnia, que expulsaram dezenas de milhares de suas casas e queimaram um milhão de acres, com previsão de mais relâmpagos e rajadas de vento.

Os relâmpagos desencadearam chamas que deixaram a fumaça cobrindo a região, com a área total queimada em todos os incêndios na Califórnia nesta semana "perto de um milhão de acres (400.000 hectares)", de acordo com o oficial de informações públicas da CalFire, Jeremy Rahn.

O Serviço Meteorológico Nacional disse que tempestades secas podem desencadear incêndios florestais adicionais, acrescentando que "o oeste dos Estados Unidos e as Grandes Planícies estão envoltos em uma vasta área de fumaça devido aos incêndios florestais em andamento".

Cerca de 2.600 bombeiros estão enfrentando os dois maiores incêndios, de 13.700 lutando contra "quase duas dezenas de grandes incêndios", de acordo com Rahn.

"Se você não acredita nas mudanças climáticas, venha para a Califórnia", tuitou o governador do estado, Gavin Newsom, no sábado, ao lado de uma dramática fotografia de nuvens de fumaça subindo de incêndios "Isso é de hoje", disse ele, "e é apenas uma pequena parte dos quase 600 incêndios que estamos combatendo esta semana."

Ele tuitou imagens apocalípticas de estradas laranjas fumegantes e densas de fumaça, com faíscas voando enquanto as árvores queimavam ferozmente. As vinícolas nas famosas regiões de Napa e Sonoma, que ainda estão sofrendo com as chamas nos últimos anos, estão ameaçadas.

Pedidos de ajuda internacional

Os dois maiores incêndios - apelidados de SCU Lightning Complex e LNU Lightning Complex - queimaram cerca de 680.000 acres e destruíram mais de 850 estruturas. Eles são o segundo e o terceiro maiores incêndios na história da Califórnia, com o incêndio SCU contido apenas 10 por cento e o incêndio LNU 17 por cento contido.

Cinco mortes estão relacionadas às últimas crises, com quatro corpos recuperados na quinta-feira, incluindo três de uma casa queimada em uma área rural do condado de Napa. Mas muitos residentes recusaram ordens de evacuação.

"Pelo menos, se estivermos aqui, sabemos exatamente o que está acontecendo", disse o morador de Napa John Newman, 68 anos, ao San Francisco Chronicle. As reservas naturais também foram devastadas. O Big Basin Redwoods State Park informou que algumas de suas estruturas históricas foram destruídas por chamas.

O parque, onde podem ser encontradas sequoias gigantes com mais de 500 anos, foi "amplamente danificado", disse o jornal. Cerca de 119.000 pessoas foram evacuadas, muitas delas lutando para encontrar abrigo e hesitando ir aos centros criados pelas autoridades por causa dos riscos do coronavírus.

Em alguns condados ao sul de San Francisco, os evacuados optaram por dormir em trailers ao longo do Oceano Pacífico, enquanto os turistas eram chamados a deixar as acomodações.

Equipes de bombeiros, equipamentos de vigilância e combate a incêndios estavam sendo enviados de estados como Oregon, Novo México e Texas. Mas, diante da dimensão do desastre, Newsom também pediu ajuda ao Canadá e à Austrália.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação