Líder evangélico americano renuncia após escândalo sexual

Jerry Falwell Jr., de 58 anos, é um fervoroso apoiador do presidente Donald Trump

Agência France-Presse
postado em 25/08/2020 09:56
 (foto: NICHOLAS KAMM/AFP)
(foto: NICHOLAS KAMM/AFP)

Washington, Estados Unidos - O líder evangélico americano Jerry Falwell Jr., um fervoroso apoiador do presidente Donald Trump, renunciou à Presidência de uma renomada universidade cristã após revelações sobre sua vida sexual - informou a imprensa americana.

Falwell, de 58 anos, foi temporariamente suspenso, a partir de 7 de agosto, pela Liberty University, fundada por seu pai, Jerry Falwell, após a publicação no Instagram de fotos onde aparece com uma mulher, com as calças ligeiramente abaixadas.

Depois, veio à tona o depoimento de um ex-funcionário de piscina, que alegou ter tido relações sexuais com a esposa do religioso, Becki. Jerry Falwell Jr. assistia aos encontros.

Em nota, a Liberty University afirmou que, desde a suspensão temporária de seu reitor, "surgiram outros elementos que mostravam que não seria bom para a universidade que retomasse seu posto" à frente da instituição.

Na segunda-feira à noite, Falwell disse à ABC News e ao Wall Street Journal que havia renunciado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação