Camboja

Os principais acontecimentos do Camboja desde que Khmer Vermelho assumiu poder

O regime do Khmer Vermelho matou cerca de dois milhões de pessoas na década de 1970

Agência France-Presse
postado em 02/09/2020 11:17
 (foto: TANG CHHIN Sothy / AFP)
(foto: TANG CHHIN Sothy / AFP)

Kaing Guek Eav, 77, mais conhecido por pseudônimo Duch, o principal torturador por trás do genocida Khmer Vermelho no Camboja, morreu nesta quarta-feira (2/9) enquanto cumpria pena de prisão perpétua por crimes contra a humanidade, deixando apenas um líder sobrevivente do regime que matou cerca de dois milhões de pessoas na década de 1970.

Conheça as principais datas do reino do Camboja desde a chegada ao poder do Khmer Vermelho, em 1975:

1975:

- 17 abr: O Khmer Vermelho entra em Phnom Penh. Pol Pot submete o país a um regime de terror que acabará com a vida de dois milhões de pessoas.

1979:

- 7 jan: Queda de Phnom Penh. Os vietnamitas instauram um novo regime, contra o qual o Khmer Vermelho, os nacionalistas e os monarquistas combatem.

1985:

- 14 jan: Hun Sen é nomeado primeiro-ministro. Trinta e cinco anos depois ele continua no poder.

1989:

- 27 set: o Vietnã diz ter retirado todas as suas tropas do Camboja.

1991:

- 23 out: Assinatura em Paris de um tratado de paz. O Camboja fica sob tutela da ONU até a organização de eleições.

1993:

- 23 maio: Eleição de uma Assembleia Constituinte.

- 24 set: Nova Constituição que restaura Norodom Sihanuk no trono. Seu filho Norodom Ranariddh é eleito primeiro-ministro e Hun Sen é designado segundo-primeiro-ministro, sob a pressão da ONU.

1994:

- 7 jul: O Khmer Vermelho é declarado "fora da lei".

1996:

- 8 ago: 4.000 membros do Khmer Vermelho, entre eles o ex-ministro das Relações Exteriores Ieng Sary, declaram seu apoio ao governo.

1997:

- 5-6 jul: Hun Sen destitui Norodom Ranariddh.

1998:

- Fim de março: cai o último reduto do Khmer Vermelho em Anlong Veng. Fuga dos líderes históricos.

- 15 abr: Morre Pol Pot, aos 73 anos.

1999:

- 6 mar: Prisão de Ta Mok, último chefe rebelde do Khmer Vermelho, chamado de "Açougueiro". Ele morreu em 2006 sem ser julgado.

- 10 mai: Prisão do ex-chefe da prisão em Phnom Penh, Kaing Guek Eav, conhecido como "Duch".

2003:

- 6 jun: Após anos de negociações, a ONU e o governo do Camboja assinam um acordo para criar um tribunal com participação internacional que julgue os ex-líderes do Khmer Vermelho.

2004:

- 14 out: Norodom Sihamoni se converte em rei após a abdicação surpreendente de seu pai, Norodom Sihanuk.

2007:

- Set/Nov: Prisão do "irmão número dois", Nuon Chea; do ex-ministro das Relações Exteriores Ieng Sary; de sua esposa, Ieng Thirith, ex-ministra de Assuntos Sociais; e de Khieu Samphan, ex-chefe de Estado do regime do Khmer Vermelho.

2009:

- 17 fev: Início do processo de "Duch", o primeiro no tribunal internacional.

2010:

- 26 jul: Duch é condenado a 30 anos de prisão por crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

2011

- 27 jun: Início do julgamento de Nuon Chea, Ieng Sary, Khieu Samphan e Ieng Thirith, os quatro líderes máximos do Khmer Vermelho ainda vivos.

- 21 nov: Reinício dos julgamentos de Nuon Chea, Ieng Sary e Khieu Samphan, todos eles octogenários. O processo se divide em três segmentos, para acelerar os veredictos. O primeiro se concentra nos deslocamentos forçados da população, o segundo nos "crimes contra a humanidade" e o terceiro nas acusações de "genocídio".

2012:

- 3 fev: Duch é condenado em segunda instância a prisão perpétua.

- 16 de set: Ieng Thirith é liberada.

- 15 out: falece o ex-rei Norodom Sihanuk.

2013:

- 14 mar: Morre Ieng Sary, aos 87 anos.

2014:

- 7 ago: Nuon Chea e Khieu Samphan são condenados a prisão perpétua por "crimes contra a humanidade".

2015:

- 22 ago: Morre Ieng Thirith.

2018:

- 6 set: Hun Sen é reeleito em legislativas controversas.

- 16 nov: Nuon Chea e Khieu Samphan são condenados a prisão perpétua por "genocídio". Esta é a primeira vez que a acusação é reconhecida para os crimes cometidos pelo regime ultramaoísta.

2019:

- 4 ago: Morre Nuon Chea, aos 93 anos.

2020:

- 2 set: Morre o "Duch", aos 77 anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação