Pandemia

Cardeal filipino próximo ao papa Francisco testa positivo para covid-19

O filipino de 63 anos havia dado negativo à covid-19 em 7 de setembro em Roma. No entanto, um novo teste nasal realizado na quinta-feira deu positivo

Agência France-Presse
postado em 11/09/2020 14:28
 (crédito: Tiziana FABI / AFP)
(crédito: Tiziana FABI / AFP)

O cardeal filipino Luis Antonio Tagle, uma estrela asiática em ascensão na Igreja católica, promovido recentemente a altos cargos na Santa Sé pelo papa Francisco, deu positivo ao coronavírus em seu país - indicou o Vaticano nesta sexta-feira (11/9).

Este teólogo sorridente, muito próximo aos pobres e conhecido por chorar quando está emocionado, é considerado muito próximo das ideias reformistas do papa Francisco. Por esse motivo, é frequentemente incluído na lista de possíveis futuros papas.

O filipino de 63 anos, que teve uma audiência privada com o papa Francisco em 29 de agosto, havia dado negativo à covid-19 em 7 de setembro em Roma, disse o porta-voz do Vaticano, Matteo Bruni.

No entanto, um novo teste nasal realizado na quinta-feira, 10 de setembro, em sua chegada no avião a Manila, deu "positivo".

O prelado "não apresenta sintomas e está confinado nas Filipinas", disse o Vaticano, acrescentando que há verificações sendo feitas para rastrear as pessoas que estiveram em contato com ele.

O cardeal, que liderava a organização beneficente católica Caritas Internacional, foi nomeado em dezembro de 2019 chefe da importante "Congregação para a Evangelização dos Povos", que supervisiona as atividades de difusão do catolicismo pelo mundo.

Tagle chegou a Roma em fevereiro para assumir as novas funções, pouco antes do confinamento da Itália e do Vaticano.

Este é o 13o caso positivo do Vaticano. Os outros 12 casos já se recuperaram nos últimos meses.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação