Violações

Missão da ONU vincula Maduro e governo venezuelano a crimes contra humanidade

Uma missão da ONU apresentou um relatório sobre a prática sistemática de tortura e execuções extrajudiciais no país

Agência France-Presse
postado em 16/09/2020 09:39
 (crédito: AFP)
(crédito: AFP)

O presidente venezuelano Nicolás Maduro e os ministros mais importantes de seu governo estão ligados a possíveis "crimes contra a humanidade", afirmou nesta quarta-feira (16/9) uma missão da ONU ao apresentar um relatório sobre a prática sistemática de tortura e execuções extrajudiciais no país.

"A Missão encontrou motivos razoáveis para acreditar que as autoridades e as forças de segurança venezuelanas planejaram e executaram desde 2014 graves violações dos direitos humanos", declarou a presidente da missão, Marta Valiñas, citada em comunicado.

Segundo ela, "algumas das violações - incluindo execuções arbitrárias e o uso sistemático de tortura - constituem crimes de lesa-humanidade".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação