Votação

Opas suspende direito a voto da Venezuela por dívidas

Não houve debate ou objeção à resolução após a apresentação das conclusões do grupo de trabalho

Agência France-Presse
postado em 29/09/2020 18:47
 (crédito: Divulgação/Fiocruz)
(crédito: Divulgação/Fiocruz)

A Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) suspendeu o direito de voto da Venezuela devido às dívidas acumuladas de suas contribuições, indicou uma resolução aprovada terça-feira pela mais alta assembleia anual do órgão regional.

O 58º Conselho Diretor da Opas, escritório regional da Organização Mundial da Saúde (OMS), decidiu suspender os direitos de voto da Venezuela, que deve um total de 7.851.219 dólares por inadimplência acumulada desde 2017, seguindo a recomendação de um grupo de trabalho instalado para analisar o problema.

Não houve debate ou objeção à resolução após a apresentação das conclusões do grupo de trabalho composto por Aruba, El Salvador e Trinidad e Tobago.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação