Austrália

Por proteger almoço, homem é atacado por pássaro e tem que passar por cirurgia

Pássaro pega atacou idoso de 68 anos em busca de pacote de comida chinesa, em área externa de shopping australiano

Correio Braziliense
postado em 16/10/2020 14:04
 (crédito: Mabel Amber / Pixabay )
(crédito: Mabel Amber / Pixabay )

Um empresário australiano foi atacado por um pássaro após se recusar a soltar sua comida chinesa, que estava embalada para viagem. A agressão inesperada ocorreu do lado de fora do shopping center Gippsland Center, em Sale, leste de Victoria.

James Glindemann, 68 anos, foi gravemente ferido nos olhos por um pássaro pega após se sentar em um banco de parque para almoçar. “Sentei-me em um banco ali e ele apareceu; comecei a falar com ela porque gosto deles”, disse ele à ABC Austrália.

James Glindemann, homem atacado por pássaro na Austrália. (Screenshot)
James Glindemann, homem atacado por pássaro na Austrália. (Screenshot) (foto: Reprodução/ 9news)

Segundo Glindemann, assim que sentou no banco embaixo das árvores para almoçar notou a ave se aproximar. Em seguida, começou a falar com ela, que logo tentou tomar a embalagem de comida chinesa de suas mãos. “O pássaro olhou para mim; eu não dei a comida, então ele me atacou”, explicou o homem com os olhos feridos após o ataque. “Primeiro ele atingiu meu olho esquerdo e caí, mas não deixei cair minha comida e então ele me atacou novamente no olho direito.”

James disse que o incidente ocorreu em questão de segundos, e, apesar da gravidade dos ferimentos, conseguiu chegar até seu carro e ligar para o serviço de emergência. Ao chegar ao hospital com olhos sangrando o homem precisou passar por cirurgia em uma das córneas. “Minha visão em ambos os olhos está turva no momento ... mas acho que os médicos estão confiantes de que minha visão vai voltar”, disse ele.

Pega australiano

Os pássaros pega australianos são conhecidos por atacar humanos e outros animais quando se sentem ameaçados. Segundo Louis Lefebvre, da Universidade McGill em Montreal, que estuda o comportamento dos pássaros, essa espécie é considerada uma das mais inteligentes do mundo, e possuem a habilidade até de se reconhecerem em frente a um espelho.

O doutor Thomas Campbell, do Royal Victorian Eye and Ear Hospital (Hospital Vitoriano real de olhos e ouvidos), informou à ABC Austrália que cerca de 60 pacientes por ano comparecem ao local relatando lesões oculares relacionadas a pássaros.

De acordo com um mapa apresentado pelo Departamento de Meio Ambiente, Terras, Água e Planejamento (DELP) da Austrália, houve uma série de ataques este ano na mesma área em que James Glindemann foi atacado. “Pegas e outras aves nativas são protegidas em Victoria sob a Lei da Vida Selvagem de 1975 e é um crime matar, tomar, controlar ou prejudicar a vida selvagem em Victoria”, informou o departamento.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação