URUGUAI

Ex-presidente uruguaio Mujica renuncia ao cargo no Senado

A pandemia de coronavírus precipitou a decisão do ex-presidente, de 85 anos, que sofre de uma doença autoimune

Correio Braziliense
postado em 20/10/2020 10:57
 (crédito: Claudio Reyes/AFP)
(crédito: Claudio Reyes/AFP)

O ex-presidente uruguaio José Mujica (2010-2015) renunciou, nesta terça-feira (20), a sua cadeira no Senado, retirando-se, assim, definitivamente da vida política ativa.

A pandemia de coronavírus precipitou a decisão do ex-presidente, de 85 anos, que sofre de uma doença autoimune.

"Esta situação me obriga, com muito pesar, por minha profunda vocação política, a solicitar que se tramite minha renúncia à cadeira que os cidadãos me concederam", escreveu Mujica, em uma carta lida hoje em sessão extraordinária do Senado.

"A pandemia me derrubou", acrescentou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação