Coronawedding

Em festa de casamento, mais de 100 convidados pegam covid-19, no México

Ator mexicano Armando Torrea casou-se com Laura Pérez em grande festa, que teve como saldo a contaminação de um terço dos convidados com o novo coronavírus

Correio Braziliense
postado em 22/10/2020 13:15
Armando Torrea e Laura Pérez reuniram 300 pessoas na festa e não seguiram as recomendações sanitárias de segurança do estado da Baja California. -  (crédito: Reprodução/ Instagram)
Armando Torrea e Laura Pérez reuniram 300 pessoas na festa e não seguiram as recomendações sanitárias de segurança do estado da Baja California. - (crédito: Reprodução/ Instagram)

Em uma festa de casamento no México, mais de 100 convidados foram contaminados com o vírus da covid-19. O casamento do ator mexicano Armando Torrea com Laura Pérez, filha de um empresário do setor imobiliário local, foi realizado no estado da Baixa Califórnia, em Mexicali, no dia 3 de outubro.

A união foi prestigiada por 300 pessoas e, em fotos e vídeos divulgados nas redes sociais, ficou evidente que não havia medidas preventivas contra a covid-19, nem distância saudável ou uso de máscara facial. Após a repercussão do caso, Armando fechou sua conta no Instagram.

Segundo a imprensa local, o casamento estava originalmente agendado para abril de 2020, mas com a Jornada Nacional de Sana Distancia, que causou a paralisação de quase toda a atividade econômica e social no México, foi adiado para o primeiro fim de semana de outubro.

O anúncio do surto do novo coronavírus foi feito pelo governo do estado. Ontem à tarde, o secretário de Saúde do estado, Alonso Pérez Rico, divulgou uma nota em que o governo reitera o apelo à corresponsabilidade dos cidadãos face à pandemia da covid-19. Pérez Rico criticou a falta de medidas preventivas tanto por parte dos organizadores da festa quanto do salão de festas onde ela foi realizada.

?REITERA GOBIERNO DE BC LLAMADO A LA CORRESPONSABILIDAD CIUDADANA ANTE LA PANDEMIA DEL COVID-19?

Publicado por Secretaría de Salud de Baja California em Quarta-feira, 21 de outubro de 2020

No estado, eventos desse tipo têm limite máximo de 50 convidados como medida de prevenção do coronavírus. Pérez Rico informou que até agora não há casos graves. Alguns dos infectados são assintomáticos e não apresentaram complicações até então.

O salão da festa será investigado pela Comissão Estadual de Proteção de Riscos Sanitários por violar as restrições de Mexicali.

As autoridades confirmaram que até quarta-feira existem 409 casos ativos de covid-19 em Mexicali. Nesta quinta-feira o México já registrou quase 868 mil casos de coronavírus desde o começo da pandemia, com 867.559 confirmações e 87.415 mortes, 500 apenas nas últimas 24 horas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação