Minuteman III

Estados Unidos anunciam teste de míssil intercontinental bem-sucedido

O teste, o terceiro desde o início do ano, foi lançado da Base Aérea Vandenberg, Califórnia, e viajou cerca de 6.760 km sobre o Pacífico antes de mergulhar no mar perto do atol de Kwajalein, nas Ilhas Marshall

Agência France-Presse
postado em 29/10/2020 14:46 / atualizado em 29/10/2020 14:56
Nesta foto de arquivo tirada em 7 de maio de 2020, o General Charles Q. Brown, Jr.. -  (crédito: AFP / POOL / Kevin DIETSCH)
Nesta foto de arquivo tirada em 7 de maio de 2020, o General Charles Q. Brown, Jr.. - (crédito: AFP / POOL / Kevin DIETSCH)

Estados Unidos anunciou, nesta quinta-feira (29/10), um teste bem-sucedido de um míssil balístico intercontinental Minuteman III para demonstrar a "eficácia" da dissuasão nuclear americana e tranquilizar os aliados de Washington.

O míssil equipado com uma ogiva foi lançado da Base Aérea Vandenberg, Califórnia, e viajou cerca de 6.760 km sobre o Pacífico antes de mergulhar no mar perto do atol de Kwajalein, nas Ilhas Marshall, disse a Força Aérea em um comunicado.

O teste, o terceiro desde o início do ano, estava programado para quarta-feira, mas foi adiado devido ao clima nas Ilhas Marshall.

"Este evento demonstra o compromisso da Força Aérea com a empresa nuclear da nação, ao mesmo tempo em que garante que a força nuclear dos Estados Unidos seja segura e eficaz para dissuadir nossos adversários e tranquilizar nossos aliados e parceiros", disse o oficial de mais alto escalão da Força Aérea, o general Charles Brown.

"Devemos continuar investindo nessa força de dissuasão viável e nos aviadores que realizam essa missão, como parte da etapa mais reativa da nossa tríade nuclear", acrescentou em referência aos três componentes - marítimo, aéreo e terrestre - do arsenal nuclear americano.

O Minuteman III, que esteve em serviço durante 50 anos, é o único míssil terra-ar no arsenal nuclear dos Estados Unidos desde 2005. Há exemplares em três bases militares dos Estados Unidos em Wyoming, Dakota do Norte e Montana.

Os mísseis Trident, lançados do mar, são implantados a bordo de submarinos americanos e em bombardeiros estratégicos.

A Força Aérea esclareceu que este teste foi planejado por meses e não representa "uma resposta ou reação aos acontecimentos no mundo, nem às tensões na região".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação