EUA

Trump diz que deixará Casa Branca se vitória de Biden for confirmada

Trump liderou uma empreitada sem precedentes ao contestar os resultados da eleição de 3 de novembro

Agência France-Presse
postado em 26/11/2020 22:37
 (crédito: POOL / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP)
(crédito: POOL / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / Getty Images via AFP)

O presidente americano, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (26) que deixará a Casa Branca se Joe Biden for confirmado oficialmente como o vencedor das eleições, mas repetiu que pode nunca não admitir a derrota.

Trump liderou uma empreitada sem precedentes ao contestar os resultados da eleição de 3 de novembro, espalhando teorias insanas sobre cédulas roubadas e lançando contestações legais sem fundamento que foram rejeitadas por tribunais de todo o país.

Ao responder às primeiras perguntas de jornalistas desde a eleição, o presidente chegou mais perto de aceitar que teria apenas um mandato antes da posse de Biden, em 20 de janeiro.

Quando perguntado se deixaria a Casa Branca caso o Colégio Eleitoral confirme a vitória de Biden, Trump respondeu: "Certamente irei. E vocês sabem disso".

Mas, "se o fizerem, terão cometido um erro", afirmou, acrescentando que "será uma coisa muito difícil de admitir".

"Esta foi uma grande fraude", declarou Trump sobre o resultado da eleição, novamente sem fornecer qualquer evidência.

Durante a coletiva de imprensa nesta quinta, feriado de Ação de Graças, ele comparou a infraestrutura de votação dos EUA à "de um país do terceiro mundo".

O presidente eleito Biden disse na quarta-feira que os americanos "não aceitarão" tentativas de sabotar o resultado da eleição.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE