INGLATERRA

Vacinação contra covid-19 no Reino Unido começa nesta terça; rainha será imunizada

Governo britânico já havia anunciado aprovação do imunizante desenvolvido pela farmacêutica americana Pfizer em parceria com o laboratório de biotecnologia alemão BioNTech; país é o mais afetado pelo coronavírus na Europa

Correio Braziliense
postado em 06/12/2020 17:35
 (crédito: Adrian DENNIS / AFP)
(crédito: Adrian DENNIS / AFP)

A vacinação contra a covid-19 começará a ser realizada no Reino Unido na próxima terça-feira (8/12)! É o que anunciou o ministro da Saúde inglês, Matt Hancock, neste domingo (6/12). Na semana passada, o governo britânico já havia comunicado a aprovação do imunizante desenvolvido pela farmacêutica americana Pfizer em parceria com o laboratório de biotecnologia alemão BioNTech.

O ministro destacou que o início da imunização da população, chamado de "Dia V", representará um "momento histórico". Neste primeiro momento, a campanha de vacinação priorizará idosos maiores de 80 anos, profissionais de saúde que atuam na linha de frente contra o novo coronavírus, residentes e funcionários de asilos. O Reino Unido, infelizmente, detém a marca do país mais afetado da Europa pelo novo vírus, com 1,7 milhão de casos e mais de 60 mil mortes.

Além disso, segundo os jornais britânicos Sunday Times e Mail on Sunday, a rainha Elizabeth II, 94, e o príncipe Philip, 99, deverão ser um dos primeiros a serem vacinados por causa das idades avançadas. Com o gesto, além de se imunizarem contra a covid-19, os monarcas também teriam a intenção de estimular o maior número possível de súditos a se vacinar, preocupação manifestada pelo governo de Boris Johnson.

O Sistema Nacional de Saúde britânico (NHS) informou que "hubs" serão instalados em mais de 50 hospitais espalhados por toda a Inglaterra. O governo destaca que a previsão é de que tal plano seja replicado e milhares de centros de vacinação sejam implementados. 

Desafios logísticos 

A distribuição da vacina envolve desafios logísticos, já que precisa ser mantida a -70°C. Tal temperatura requer transporte e armazenamento especializados. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE