Covid-19

Organizador de mega festa ilegal na França em meio à pandemia é detido

A Justiça confirmou que ele permanecerá na prisão temporariamente enquanto os fatos são investigados

Agência France Presse
postado em 04/01/2021 17:54
 (crédito: JEAN-FRANCOIS MONIER / AFP)
(crédito: JEAN-FRANCOIS MONIER / AFP)

Um dos organizadores de uma festa ilegal que reuniu cerca de 2.400 pessoas no oeste da França por ocasião do Ano Novo, foi detido provisoriamente nesta segunda-feira (4), acusado entre outros crimes de colocar em risco a vida de outras pessoas, anunciou a acusação.

O promotor público de Rennes (Bretanha, oeste), Philippe Astruc, especificou à imprensa que o homem, nascido em 1999, não possui ficha criminal.

Ele foi processado por organizar ilegalmente esta celebração, colocando em risco a vida de outras pessoas, vendendo bebidas ilegalmente e ajudando outras pessoas a usarem entorpecentes, entre outras acusações.

O acusado foi preso na tarde de sábado após a festa, que durou 36 horas. Nesta segunda-feira, a Justiça confirmou que ele permanecerá na prisão temporariamente enquanto os fatos são investigados.

A investigação revelou que ele enviou mais de mil mensagens de texto na quinta-feira, 31 de dezembro, sobre a organização desta mega festa ilegal em dois hangares abandonados ao sul de Rennes.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE