EUA

Secretario de Segurança Interna dos EUA renuncia em meio a temores de atos de violência

Wolf, que chefia o DHS desde novembro de 2019, criticou na semana passada a "trágica" tomada do Capitólio por partidários do presidente Donald Trump, que deixou cinco mortos

Agência France Presse
postado em 11/01/2021 21:20
 (crédito: JIM WATSON / AFP)
(crédito: JIM WATSON / AFP)

O secretário interino do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS), Chad Wolf, apresentou sua renúncia nesta segunda-feira (11) em meio a preocupações crescentes com mais atos de violência durante a posse do presidente eleito Joe Biden na próxima semana, disse um funcionário do DHS.

"A renúncia do secretário interino entrará em vigor às 23h59 desta noite", informou o funcionário à AFP, sem explicar os motivos da renúncia.

Pete Gaynor, chefe da Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (FEMA), assumirá como secretário interino, acrescentou.

Wolf, que chefia o DHS desde novembro de 2019, criticou na semana passada a "trágica" tomada do Capitólio por partidários do presidente Donald Trump, que deixou cinco mortos.

A saída ocorre no momento em que são relatadas novas ameaças de ações extremistas durante a posse de Joe Biden, marcada para 20 de janeiro em Washington.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE