ESTADOS UNIDOS

Professora é presa por jogar desinfetante em alunos que se recusavam a usar máscara

Christina Reszetar, de 51 anos, alegou ter pedido que os estudantes usassem a máscara de proteção corretamente, antes de borrifar o produto neles. Agora, ela responde a quatro processos por abuso infantil

Correio Braziliense
postado em 12/01/2021 17:39 / atualizado em 12/01/2021 17:41
 (crédito: Pinellas County Sherrif's Office/Reprodução)
(crédito: Pinellas County Sherrif's Office/Reprodução)

Uma professora do estado norte-americano da Flórida foi presa depois de jogar desinfetante em alunos que se recusaram a usar máscara de forma adequada. Christina Reszetar, de 51 anos, é professora há 21 e, atualmente, trabalha em uma escola de ensino médio.

O caso aconteceu em 6 de janeiro e, agora, Reszetar está respondendo a quatro processos por abuso infantil. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, a polícia foi chamada ao colégio em Largo, na Flórida, depois de a professora borrifar desinfetante aerosol no rosto e no corpo de quatro estudantes. Ela alegou que fez isso porque o quarteto se negava a usar a máscara de proteção facial de maneira adequada.

A ação foi toda filmada — mas as imagens não foram divulgadas. A mulher, que alegou não ter condições de contratar um advogado com o salário de professora, acabou liberada no dia seguinte, sem precisar pagar fiança. Promotores recorreram para mantê-la presa, mas o pedido foi negado. Segundo o juiz, o ato foi "uma tentativa severamente equivocada de disciplina".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE