ESTADOS UNIDOS

Câmara aprova impeachment de Donald Trump por incitação à violência

Processo segue agora para o Senado. Trump ainda tem mais seis dias de mandato

Thays Martins
postado em 13/01/2021 18:34 / atualizado em 13/01/2021 18:54
 (crédito: TIMOTHY A. CLARY / AFP)
(crédito: TIMOTHY A. CLARY / AFP)

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou, nesta quarta-feira (13/1), o impeachment do presidente Donald Trump, a apenas seis dias do fim do seu mandato. Em um momento histórico, 10 deputados republicanos, partido de Trump, votaram a favor do impeachment. Outros 222 deputados democratas apoiaram o afastamento do presidente. Foram 232 votos a favor do impeachment e 197 votos contra.

A acusação é de "incitamento à insurreição" pela postura do presidente na invasão ao Capitólio. Cinco pessoas morreram durante a ação incitada pelo presidente. A invasão ao Congresso norte-americano ocorreu durante a sessão  que confirmaria a vitória de Joe Biden na eleição presidencial de 2020.  

Essa é a segunda vez que Trump passa por um processo de impeachment. Dessa forma, ele se tornou primeiro presidente da história do país a sofrer dois impeachments.  Para ser aprovado, ele ainda precisa passar no Senado. Caso seja aprovado, Trump perde os direitos políticos e não poderá voltar a ser presidente. Dificilmente, o processo será votado no Senado antes do término do mandato. Joe Biden toma posse na próxima quarta-feira (20/1). No primeiro processo de impeachment, Trump foi absorvido no Senado, onde a maioria é republicano.

A retirada de um presidente do cargo por impeachment exige maioria de dois terços (67 de 100 senadores). Em caso de condenação, haverá a realização de uma outra votação para julgar a perda de direitos políticos, que podem ser retirados via aprovação por maioria simples (51 senadores)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE