Pandemia

Trump pede aos americanos que fiquem "unidos" e não menciona impeachment

No discurso gravado no Salão Oval, Trump pediu "a todos os americanos que superem as paixões do momento e se unam como um só povo americano. Vamos escolher seguir em frente juntos para o bem de nossas famílias"

Agência France-Presse
postado em 13/01/2021 20:46
 (crédito: MANDEL NGAN / AFP)
(crédito: MANDEL NGAN / AFP)

O presidente Donald Trump exortou os americanos a permanecer "unidos" e evitar a violência, em suas primeiras declarações após ser indiciado no Congresso nesta quarta-feira (13), evitando qualquer menção ao processo de impeachment iniciado contra ele.

No discurso gravado no Salão Oval, Trump pediu "a todos os americanos que superem as paixões do momento e se unam como um só povo americano. Vamos escolher seguir em frente juntos para o bem de nossas famílias", declarou.

Afirmando que "nunca há justificativa para a violência", Trump repudiou seus partidários que invadiram o Congresso há uma semana, um evento que resultou na abertura de um segundo processo de impeachment contra ele na Câmara dos Representantes.

"Aqueles que participaram dos ataques na semana passada serão levados à justiça", concluiu o presidente em fim de mandato.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE