EUA

Biden pede ao senado que priorize agenda do novo governo apesar de processo de impeachment

Em seus primeiros comentários sobre o impeachment contra o presidente republicano, Biden afirmou que os Estados Unidos precisam combater a pandemia do coronavírus e uma economia em crise, e necessitam que o Senado confirme rapidamente seu gabinete para que o novo governo possa começar a trabalhar depois da posse, marcada para 20 de janeiro

Agência France Presse
postado em 13/01/2021 22:50
 (crédito: Joshua Roberts / Getty Images / AFP)
(crédito: Joshua Roberts / Getty Images / AFP)

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu nesta quarta-feira (13) que o Senado aborde as prioridades de sua agenda enquanto trata do segundo processo de impeachment de Donald Trump, que começaria depois que o democrata assumisse o poder.

Em seus primeiros comentários sobre o impeachment contra o presidente republicano, Biden afirmou que os Estados Unidos precisam combater a pandemia do coronavírus e uma economia em crise, e necessitam que o Senado confirme rapidamente seu gabinete para que o novo governo possa começar a trabalhar depois da posse, marcada para 20 de janeiro.

"Espero que o Senado encontre uma maneira de lidar com suas responsabilidades constitucionais do processo de impeachment e, ao mesmo tempo, trabalhar em outras questões urgentes do país", afirmou Biden em um comunicado.

"Esta nação segue sob a ameaça de um vírus mortal e uma economia cambaleante", concluiu o presidente eleito.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE