Pandemia

Dois milhões de israelenses receberam a primeira dose da vacina da covid-19

Israel registra atualmente um surto de casos de infecção, com cerca de 9.000 positivos diariamente

Agência France Presse
postado em 14/01/2021 17:42
 (crédito: AHMAD GHARABLI / AFP)
(crédito: AHMAD GHARABLI / AFP)

Israel ultrapassou nesta quinta-feira (14) a cifra de dois milhões de pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra a covid-19, realizando um ato em uma cidade do centro do país em que uma cuidadora de crianças recebeu a injeção na presença do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu.

“Eu sou o número dois milhões”, dizia uma faixa nas mãos da israelense que recebeu sua primeira injeção nesta quinta-feira na cidade de Ramla, perto de Tel Aviv.

Ao seu lado, Netanyahu, atualmente em campanha eleitoral, garantiu que Israel será "o primeiro país a sair da crise do coronavírus".

"Já vemos a luz no fim do túnel", disse o primeiro-ministro com um sorriso. Foi Netanyahu quem lançou a ambiciosa campanha de vacinação em 19 de dezembro, ao vivo pela televisão.

No início de janeiro, as autoridades estimavam que dois milhões de pessoas teriam recebido as duas doses necessárias para a vacina contra o covid-19 até o final de janeiro.

Mas nesta quinta-feira, apenas 150.000 pessoas receberam essas duas doses. Israel registra atualmente um surto de casos de infecção, com cerca de 9.000 positivos diariamente.

Netanyahu pediu aos israelenses na quinta-feira que "respeitem as instruções de segurança", em total confinamento, o terceiro desde o início da pandemia. No total, mais de 523.000 pessoas contraíram o coronavírus em Israel e cerca de 3.850 morreram.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE