Covid-19

Vendas de videogames nos EUA dispararam em 2020 durante a pandemia

Os gastos com videogames nos EUA totalizaram US$ 56,9 bilhões no ano passado, uma alta de 27% com relação a 2019

Agência France Presse
postado em 15/01/2021 17:49
 (crédito: KAZUHIRO NOGI/AFP)
(crédito: KAZUHIRO NOGI/AFP)

As vendas de videogames, consoles e acessórios atingiram um recorde nos Estados Unidos no ano passado, quando as pessoas, confinadas em casa por causa da pandemia, usaram os jogos eletrônicos para se distrair.

Os gastos com videogames nos EUA totalizaram US$ 56,9 bilhões no ano passado, uma alta de 27% com relação a 2019, de acordo com Mat Piscatella, analista do grupo de pesquisa de mercado NPD.

Desse total, US$ 7,7 bilhões foram gastos em dezembro, que registrou os maiores números de vendas da história desse mês, segundo números do NPD. E isso sem contar o dinheiro gasto em jogos para smartphones.

O Nintendo Switch foi o console mais vendido no ano passado, com o PlayStation 5 vindo em segundo lugar, de acordo com Piscatella.

O PlayStation 5 da Sony e o mais novo Xbox da Microsoft foram lançados em novembro, disputando o domínio da temporada de férias, enquanto a pandemia aumenta a demanda por jogos. Os números exatos das vendas dos novos consoles não foram disponibilizados pela NPD, Sony ou Microsoft.

O jogo mais vendido do ano foi Call of Duty: Black Ops: Cold War, com Modern Warfare, da mesma franquia acumulando a segunda maior quantidade de vendas, de acordo com NPD. "Call of Duty foi classificada como a franquia de jogos mais vendida no mercado dos EUA pelo 12º ano consecutivo", disse Piscatella em um comunicado do NPD.

The Last of Us: Part II terminou 2020 como o exclusivo PlayStation mais vendido do ano, de acordo com NPD. O boom dos jogos de videogame deve continuar este ano, com alguns títulos muito aguardados a caminho para os novos consoles Xbox e PlayStation.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE