covid-19

Pandemia faz despencar o número de casamentos na Itália

No primeiro trimestre de 2020, afetado em parte pela pandemia de coronavírus, os casamentos caíram aproximadamente 20% com relação ao mesmo trimestre de 2019

Agência France-Presse
postado em 18/02/2021 15:29
 (crédito: PxHere)
(crédito: PxHere)

A pandemia de coronavírus provocou uma queda acentuada do número de casamentos e divórcios na Itália, uma tendência registrada há alguns anos, segundo balanço prévio publicado nesta quinta-feira (18) pelo Instituto Nacional de Estatística (Istat).

No primeiro trimestre de 2020, afetado em parte pela pandemia de coronavírus, os casamentos caíram aproximadamente 20% com relação ao mesmo trimestre de 2019.

Os processos de separação e divórcio caíram entre 11 e 20%, afirma a Istat.

No segundo trimestre de 2020, mais afetado pelo coronavírus e pelas restrições, com um confinamento restrito de quase dois meses, foi registrado uma queda de 80% dos casamentos em um ano e aproximadamente de 60% para separações e divórcios.

A tendência observada antes do início da epidemia se confirmou: nos últimos anos, os italianos se casaram cada vez menos, enquanto a média de idade dos cônjuges aumentou.

Em 2019 foram celebrados 184.000 casamentos na Itália, contra os 246 mil de 2008, uma queda de aproximadamente 25%, específica Istat.

A idade média dos cônjuges passou de 32,1 anos para os homens em 2008 para 33,9 anos em 2019.

O fenômeno é idêntico para as mulheres: a idade média passou de 29,4 anos em 2008 para 31,5 anos em 2018 e 31,7 anos em 2019.

Os divórcios também diminuíram, de 88.400 em 2018 para 85.300. Uma ruptura na cultura do país, com uma forte tradição católica.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE