Relações exteriores

Ministro chinês pede que EUA suspenda restrições comerciais com o país

Durante um fórum do Ministério de Relações Exteriores, Wang disse que a China defenderá os direitos de empresas dos EUA e que espera que o país "remova tarifas não razoáveis sobre produtos chineses"

Agência Estado
postado em 22/02/2021 08:16
 (crédito: AFP / GREG BAKER)
(crédito: AFP / GREG BAKER)
O ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, pediu nesta segunda-feira que o governo dos Estados Unidos suspenda as restrições de comércio com o país e encerre o que Pequim considera uma interferência injustificada nas áreas de Taiwan, Hong Kong, Xinjiang e no Tibete.
Durante um fórum do Ministério de Relações Exteriores, Wang disse que a China defenderá os direitos de empresas dos EUA e que espera que o país "remova tarifas não razoáveis sobre produtos chineses, levante suas sanções unilaterais a empresas e institutos educacionais e de pesquisa da China e abandone a supressão irracional do progresso tecnológico da China."
O ministro também defendeu que Washington reative os canais de diálogo com Pequim. Wang pediu que o novo governo dos EUA abandone a maior parte das medidas de confronto com a China adotadas pelo ex-presidente Donald Trump.
 

CONTINUE LENDO SOBRE